„Tomando atalhos


…Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me. v.23


Sorvendo o chá, Nancy olhou para fora da janela da amiga e suspirou. As chuvas da primavera e a luz do sol estimulavam as cores exuberantes dos lírios, flores de íris, phlox e prímulas.

“Eu quero essa vista”, disse com melancolia, “sem todo o trabalho.”

Alguns atalhos são bons e até práticos. Outros, curto-circuitam o nosso espírito e nos enfraquecem. Queremos o romance sem as dificuldades de nos comprometermos com alguém tão diferente de nós mesmos. Queremos “grandeza” sem os riscos e fracassos necessários na aventura da vida real. Desejamos agradar a Deus, apenas quando isso não nos incomoda.

Jesus deixou claro aos Seus seguidores que não há atalho que evite a difícil escolha de entregarmos a nossa vida a Ele. E advertiu um futuro discípulo: “…Ninguém que, tendo posto a mão no arado, olha para trás é apto para o reino de Deus” (Lucas 9:62). Seguir a Cristo exige uma alteração radical de nossas lealdades.

Quando nos voltamos em fé a Jesus, o trabalho apenas começa. Mas isso vale muito a pena, pois Ele também nos disse que quem se sacrificar “…por amor de mim e por amor do evangelho…” receberá “…já no presente, o cêntuplo […] e no mundo por vir, a vida eterna” (Marcos 10:29,30). O seguir a Cristo é um desafio, mas Ele nos concedeu o Seu Espírito e a recompensa é a vida plena e alegre agora e para sempre.

A maioria das coisas 
que vale a pena fazer são difíceis. Tim Gustafson“

Editado por Pão_diário_é_só_noticias_boas. Última atualização 8 de Outubro de 2019. História

Citações relacionadas

„O que queremos?


…o Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos, […] vivificará também o vosso corpo mortal… v.11


“Fui da carroça ao homem que andou na Lua,” disse o vovô à neta, que compartilhou esta história comigo recentemente. E continuou: “Nunca pensei que isso poderia ocorrer em tão pouco tempo.”

A vida é curta, e muitos de nós voltamos para Jesus, pois queremos viver para sempre. Isso significa que não compreendemos o verdadeiro significado da vida eterna. Tendemos a ansiar por coisas erradas. Ansiamos por algo melhor, e pensamos que está logo à frente. Se eu estivesse fora da escola, tivesse esse emprego, fosse casado ou pudesse me aposentar. Se apenas… E então um dia ouvimos o eco da voz do avô ao refletirmos sobre o tempo que voou.

A verdade é que possuímos a vida eterna agora. Paulo escreveu: “…a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte” (v.2). E disse: “…os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das coisas do Espírito” (v.5). Em outras palavras, os nossos desejos mudam quando chegamos a Cristo. Isso naturalmente nos dá o que mais desejamos. “Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz” (v.6).

A grande mentira da vida é de que precisamos estar em outro lugar, fazer outra coisa, com outra pessoa antes de começar a viver verdadeiramente. Ao encontrarmos Jesus, trocamos a mágoa pela brevidade da vida pela plena alegria da vida com Ele, agora e para sempre.

Para vivermos eternamente, 
devemos deixar Jesus viver em nós agora. Tim Gustafson“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Ambrose Bierce photo
Johnny Depp photo
Haile Selassie photo

„Queremos recordar aqui o espírito de tolerância demonstrado pelo nosso Senhor Jesus Cristo quando ele deu o perdão a todos, incluindo aqueles que o crucificaram.“

—  Haile Selassie Regente e Imperador da Etiópia 1892 - 1975

"Endereço para o mundo evangélico congresso em Berlim (28 de outubro de 1966)."

Bill Maher photo
Alain de Botton photo

„Vida plena


…eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. João 10:10


Quando visitei minha irmã, meus sobrinhos me mostraram com entusiasmo o seu novo sistema de registro de tarefas, o quadro eletrônico Choropoly, específico para o registro das tarefas diárias. O trabalho bem feito dá direito a apertar o botão verde, que adiciona pontos à conta de “gastos”. Um delito como “deixar a porta de trás aberta” resulta em multa que é deduzida do total. Se pontuarem bem alto, eles recebem recompensas emocionantes, como tempo no computador, e as transgressões são deduzidas desse total. Elas estão motivadas para cumprir seus deveres e manter a porta fechada!

Esse engenhoso sistema me fez desejar ter uma ferramenta motivacional tão emocionante quanto essa! Mas é claro que Deus nos deu motivação. Em vez de simplesmente ordenar a obediência, Jesus prometeu que a vida, quando o seguimos, mesmo custosa, é também uma “vida de abundância” (Jo 10:10). Experimentar a vida em Seu reino vale “o cêntuplo” do seu custo — agora e eternamente (Mc 10:29,30).

Podemos nos alegrar por servirmos esse Deus generoso, que não nos pune como merecemos. Ele aceita os nossos mais fracos esforços, e acolhe e recompensa os retardatários ao Seu reino tão generosamente como os que que foram a Ele primeiro (Mt20:1-16). Diante desta realidade, vamos servi-lo alegremente hoje.

Seguir a Jesus é o caminho 
para a vida abundante e satisfatória. Monica Brands“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Helen Keller photo
Papa João XXIII photo
James C. Collins photo
Henry Miller photo

„A confissão do professor


Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós… v.16


Horrorizado pelos hábitos da escrita de seus alunos, um renomado autor e professor universitário refletiu sobre como ele poderia melhorar as habilidades deles nessa área. Nesse momento, surpreendeu-se com o seu próprio questionamento. O professor teve que perguntar a si mesmo, por que um aluno ouviria alguém “presunçoso, mente estreita, hipócrita, [e] condescendente” como ele. O professor sabia que o seu problema era o orgulho.

Esse professor poderia mudar e mudou, mas jamais poderia se tornar um de seus alunos. No entanto, quando Jesus veio à Terra, demonstrou-nos a humildade, tornando-se um de nós. Superando todas as barreiras, Jesus serviu, ensinou e fez a vontade de Seu Pai por onde andou.

Mesmo ao ser crucificado, Jesus orou pedindo perdão em favor de Seus executores (Lucas 23:34). Agonizando para respirar, ainda assim concedeu a vida eterna a um criminoso que morria ao seu lado (vv.42,43).

Por que Jesus fez isso? Por que serviu pessoas como nós até o fim? O apóstolo João chega ao ponto. Por amor! Ele escreve: “Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos” (v.16).

Jesus nos mostrou que o Seu amor desarraiga o nosso orgulho, nossa presunção, nossa condescendência. E Ele o fez da maneira mais poderosa possível. Ele deu a Sua vida.

Jesus nos amou, servindo. Tim Gustafson“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Desmond Tutu photo
Fernando Pessoa photo
Inácio de Antioquia photo

Tópicos relacionados