„Concordo em que Shakespeare não tenha sido nem Macbeth, nem Hamlet, nem Otelo; mas ele teria sido esses personagens diversos se as circunstâncias por um lado, e por outro o consentimento de sua vontade, houvessem levado ao estado de erupção
violenta o que nele não passava de impulso interior. E enganar-se estranhamente sobre o papel da imaginação poética acreditar que ela compõe seus heróis com pedaços tirados aqui e ali em torno dela, como para costurar uma roupa de arlequim. Nada de vivo sairia disso. A vida não se recompõe. Ela simplesmente se deixa contemplar. A imaginação poética só pode ser uma visão completa da realidade. Se os personagens criados pelo poeta nos dão a impressão de vida, é que são o próprio poeta, o poeta multiplicado, o poeta aprofundando-se a si mesmo num esforço de observação interior tão poderoso que capta o virtual no real e retoma o que a natureza deixou nele em estado de esboço ou de simples projeto para dele fazer uma obra completa.“

—  Henri Bergson, livro Laughter

Laughter: An Essay on the Meaning of the Comic

Última atualização 22 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Paulo Leminski photo
Federico Fellini photo
William Shakespeare photo
Augusto Cury photo
Vladimir Mayakovsky photo

„Eu não forneço nenhuma regra para que uma pessoa se torne poeta e escreva versos. E, em geral, tais regras não existem. Chama-se poeta justamente o homem que cria estas regras poéticas.“

—  Vladimir Mayakovsky 1893 - 1930

citado em "O imaginário vigiado: a imprensa comunista e o realismo socialista no Brasil, 1947-53" - página 114, Dênis de Moraes, Editora J. Olympio, 1994, ISBN 8503005263, 9788503005265, 247 páginas
Atribuídas

Marquês de Maricá photo
Ambrose Bierce photo

„Imaginação: um armazém de factos gerido em parceria pelo poeta e pelo mentiroso.“

—  Ambrose Bierce 1842 - 1914

Variante: Imaginação: um armazém de fatos gerido em parceria pelo poeta e pelo mentiroso.

Samuel Johnson photo
Samuel Taylor Coleridge photo
Samuel Taylor Coleridge photo
Carmen Sylva photo
Fernando Pessoa photo

„O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.“

—  Fernando Pessoa poeta português 1888 - 1935

Fernando Pessoa, Autopsicografia; Publicado em 1 de Abril de 1931
Poemas e citações Ordenadas por Heterônimos
Variante: O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

„Vida é o som do não, do sim, da pata do poeta: acrobata.“

—  Olga Savary 1933

"Poesia do Grão-Pará" - página 308, Olga Savary - Graphia Editorial, 2001, ISBN 8585277378, 9788585277376 - 521 páginas

Ramón De Campoamor Y Campoosorio photo
Charles Baudelaire photo

Tópicos relacionados