„Não sendo possível dirigir-me a cada um dos meus verdadeiros amigos em particular passo me despedir, e lhes agradecer ao mesmo tempo, os obséquios que me fizeram e outro sim passarei a lhes pedir perdão de alguma ofensa que de mim possam ter, ficando certos que se em alguma coisa os agravei foi sem a menor intenção de ofendê-los; faço esta carta para que impressa eu possa deste modo alcançar a fim a que me proponho. Eu me retiro para a Europa, saudoso da Pátria dos filhos e dos meus verdadeiros amigos. Deixar objetos tão caros é sumamente sensível, ainda no coração mais duro; mas deixá-los para sustentar a honra, não pode haver maior glória. Adeus Pátria, adeus amigos e adeus para sempre. Adeus Pátria, adeus amigos e adeus para sempre.“

—  Pedro I, Carta de despedida
Publicidade

Citações relacionadas

Xavier de Maistre photo
Richard Bach photo
Publicidade
Humberto Gessinger photo
Amy Winehouse photo
John Lennon photo
Vinícius de Moraes photo
Alexandre Dumas, pai photo
Publicidade
Vicci Martinez photo
Malcolm de Chazal photo
Publicidade
Arnaldo Antunes photo
Demi Lovato photo
Fernando Pessoa photo

„Adeus, Ophelinha. Durma e coma, e não perca gramas.“

—  Fernando Pessoa poeta português 1888 - 1935
Minha Mulher, a Solidão

Próximo