Frases de Zeca Baleiro

Zeca Baleiro foto

30   0

Zeca Baleiro

Data de nascimento: 11. Abril 1966

José Ribamar Coelho Santos , mais conhecido como Zeca Baleiro, é um cantor, compositor, cronista, e músico brasileiro de MPB. Transferiu-se para São Paulo onde lançou sua carreira. Zeca canta, toca violão e já teve suas composições interpretadas por Simone, Gal Costa, Elba Ramalho, Vange Milliet, Adriana Maciel, Luíza Possi, Rita Ribeiro, Renato Braz e Claudia Leitte. Em 2011, lançou um livro de crônicas intitulado Bala na agulha . Atualmente, além da carreira de músico, é colunista mensal da revista Isto É.


„Vida vida, noves fora, zero“

„Tudo o que se ganha nessa vida é pra perder. Tem que acontecer. Tem que ser assim. Nada permanece inalterado até o fim...“


„O disco mais recente de música eletrônica já está datado, mas o primeiro de Bob Dylan continua atual.“

„Solidão não cura com aspirina.“

„Não quero ser triste
Como o poeta que envelhece
Lendo Maiakovski de conveniência.“

„Minha cara, minha Carolina. A saudade ainda vai bater no teto. Até um canalha precisa de afeto. Dor não cura com penicilina.“

„Minha religião é o prazer!“

„Igual a mim quanto trouxa que tem Que se apaixona e chora também Você quer ser o meu mal Mas sabe que podia ser meu bem“


„A saudade é um filme sem cor que meu coração quer ver colorido. A saudade é Brigitte Bardot acenando com a mão num filme muito antigo. Amor-perfeito pelo chão Em quantidade...“

„Quero acalmar meu corpo dentro da tua alma“

„Telefone não basta ao desejo. O que mais invejo é o que não vejo.“

„Vejo os pombos no asfalto eles sabem voar alto mas insistem em catar as migalhas do chão“


„Melhor é dar razão a quem perdoa, melhor é dar perdão a quem perdeu.“

„É mais fácil Mimeografar o passado Que imprimir o futuro...“

„O coração do homem-bomba faz tum tum
Até o dia em que ele fizer bum!“

„Minha tribo sou eu.“

Autores parecidos