Frases de Mário de Andrade

Mário de Andrade foto

21   6

Mário de Andrade

Data de nascimento: 9. Outubro 1893
Data de falecimento: 25. Fevereiro 1945

Mario Raul Moraes de Andrade foi um poeta, escritor, crítico literário, musicólogo, folclorista, ensaísta brasileiro. Ele foi um dos pioneiros da poesia moderna brasileira com a publicação de seu livro Pauliceia Desvairada em 1922. Andrade exerceu uma grande influência na literatura moderna brasileira e, como ensaísta e estudioso—foi um pioneiro do campo da etnomusicologia—sua influência transcendeu as fronteiras do Brasil.

Andrade foi a figura central do movimento de vanguarda de São Paulo por vinte anos. Músico treinado e mais conhecido como poeta e romancista, Andrade esteve pessoalmente envolvido em praticamente todas as disciplinas que estiveram relacionadas com o modernismo em São Paulo, tornando-se o polímata nacional do Brasil. Suas fotografias e seus ensaios, que cobriam uma ampla variedade de assuntos, da história à literatura e à música, foram amplamente divulgados na imprensa da época. Andrade foi a força motriz por trás da Semana de Arte Moderna, evento ocorrido em 1922 que reformulou a literatura e as artes visuais no Brasil, tendo sido um dos integrantes do "Grupo dos Cinco". As ideias por trás da Semana seriam melhor delineadas no prefácio de seu livro de poesia Pauliceia Desvairada e nos próprios poemas.

Depois de trabalhar como professor de música e colunista de jornal ele publicou seu maior romance, Macunaíma, em 1928. Andrade continuou a publicar obras sobre música popular brasileira, poesia e outros temas de forma desigual, sendo interrompido várias vezes devido a seu relacionamento instável com o governo brasileiro. No fim de sua vida, se tornou o diretor-fundador do Departamento Municipal de Cultura de São Paulo formalizando o papel que ele havia desempenhado durante muito tempo como catalisador da modernidade artística na cidade e no país.


„Minha obra toda badala assim: Brasileiros, chegou a hora de realizar o Brasil.“

„Não devemos servir de exemplo a ninguém. Mas podemos servir de lição.“


„O essencial faz a vida valer a pena.“

„Devo confessar preliminarmente, que eu não sei o que é belo e nem sei o que é arte.“

„Olhar preso no meu, perdidamente. Não exijas mais nada. Não desejo também mais nada, só te olhar, enquanto a realidade é simples, e isto apenas.“

„Cheiro de cama quente, corpo ardente e perfumado recendente.“

„Já não tenho tempo para mediocridades!“

„Poemas da amiga
VII

Gosto de estar a teu lado,
Sem brilho.
Tua presença é uma carne de peixe,
De resistência mansa e de um branco
Ecoando azuis profundos.

Eu tenho liberdade em ti.
Anoiteço feito um bairro,
Sem brilho algum.

Estamos no interior duma asa
Que fechou.

De Poemas da Amiga“


„Que coisa misteriosa o sono!... Só aproxima a gente da morte para nos estabelecer melhor dentro da vida...“

„Passado é lição para refletir, não para repetir.“

„Quando sinto a impulsäo lírica escrevo sem pensar tudo o que meu inconsciente me grita. Penso depois: näo só para corrigir, como para justificar o que escrevi.“

„Eu sou um escritor difícil, Que a muita gente enquizila, Porém essa culpa é fácil, De se acabar duma vez: É só tirar a cortina, Que entra luz nesta escurez.“


„A inspiração é fugaz, violenta. Qualquer impecilho a pertuba e mesmo emudece.“

„Durasse aquilo uma noite grande, nada mais haveria porque é engraçado como a perfeição fixa a gente.“

„O famoso sorriso que quer sorrir mas está chorando, chorando muito, tudo o que a vida não chorou.“

„Os verdadeiros pecados mortais talvez sejam outros.“

Autores parecidos