„Dançava como um títere, tendo os cordéis dentro dela, atados na alma. Depois tomou-me nos seus braços e, sem pedir, desapegou-me das roupas. De todas as roupas. Colocou-me a outra coroa e convidou-me para dançar com ela, os dois nus. O meu corpo não tinha cordéis na alma, apenas acanhamento; sentia-se vazio de música. Mas ela pegava-me nos braços, endemoninhava-me o corpo, arrastava-me no seu bailado revolto. E ria. Um sorriso que se media a palmos como se mede o diâmetro do mundo, redondo, grávido, imenso. E eu entrei dentro desse sorriso, onde coube nu e sem vergonha. E dancei com ela como dança um louco, como se não houvesse amanhã, como se o hoje fosse pouco. E quando os nossos corpos caíram na cama, despidos e cansados, dormimos como dormem as flores, caídas umas sobre as outras, a partilhar o calor, a dividir o luar. Só quando tudo dormia já, senti que havia música dentro de mim. Finalmente. Música…“

—  João Morgado, In: Diário dos Imperfeitos
Publicidade

Citações relacionadas

Fabrício Carpinejar photo
Publicidade
João Bosco (santo) photo

„Um Oratório sem música, é um corpo sem alma!“

—  João Bosco (santo) 1815 - 1888
Un oratorio senza musica è come un corpo senz'anima citado in: Il borgo e la borgata: i ragazzi di don Bosco e l'altra Roma del dopoguerra - página 100 https://books.google.com.br/books?id=KxajSvMDCwQC&pg=PA100, Alessandro Portelli - Donzelli Editore, 2002, ISBN 8879897292, 9788879897297, 148 páginas

Zeca Baleiro photo
João Morgado photo
John Ronald Reuel Tolkien photo
Fernando Pessoa photo

„Uma espécie de anteneurose do que serei quando já não for gela-me o corpo e alma. Uma como que lembrança da minha morte futura arrepia-me dentro.“

—  Fernando Pessoa poeta português 1888 - 1935
Autobiografia sem Factos, "Autobiografia sem Factos". (Assírio & Alvim, Lisboa, 2006, p. 91)

Anaïs Nin photo
Adélia Prado photo
Oscar Wilde photo
João Morgado photo
Manuel Bandeira photo
Milan Kundera photo
 Epiteto photo
Daniel Galera photo
Leonardo Da Vinci photo

„A mesma alma governa dois corpos.“

—  Leonardo Da Vinci 1452 - 1519
un'anima governa due corpi Leonardo nella Roma di Leone X (c. 1513-16): gli studi anatomici, la vita, l'arte‎ - Volume 43 de Lettura vinciana, Página 20, Domenico Laurenza - Biblioteca leonardiana, 2004, ISBN 8809036727, 9788809036727 - 46 páginas Sobre inteligência fetal, sugerindo que o que a mãe faz e sente influencia na formação do bebê

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“