„Dinheiro! Como é que esta palavra prosaica exprime quase todo o talento.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Thomas Jefferson photo

„O mais valioso de todos os talentos é aquele de nunca usar duas palavras quando uma basta.“

—  Thomas Jefferson 3º presidente dos Estados Unidos da América 1743 - 1826

The most valuable of all talents is that of never using two words when one will do.
Thomas Jefferson citado em Forbes: Volume 117,Edições 1-6, página 407, Bertie Charles Forbes - Forbes Inc., 1976
Atribuídas

Fiódor Dostoiévski photo
Padre Antônio Vieira photo

„Neste mundo conturbado, quem tem muito dinheiro, por mais inepto que seja, tem talento e préstimos para tudo; quem não tem dinheiro, por mais talento que tenha, não presta para nada.“

—  Padre Antônio Vieira 1608 - 1697

Variante: Quem tem muito dinheiro, por mais inepto que seja, tem talentos e préstimo para tudo; quem o não tem, por mais talentos que tenha, não presta para nada.

John Fitzgerald Kennedy photo
Ernesto Sabato photo
Georg Christoph Lichtenberg photo
Marquês de Maricá photo
George Lucas photo

„Todo mundo tem talento, é só uma questão de se mover até você descobrir o seu.“

—  George Lucas cineasta americano 1944

Everybody has talent, it's just a matter of moving around until you've discovered what it is
citado em "George Lucas: An Unauthorized Biography"‎ - Página 14, Janet Riehecky - Heinemann Library, 2001, ISBN 158810057X, 9781588100573 - 56 páginas

Nicolas Chamfort photo
Victor Hugo photo

„Amadurecer, morrer; é quase a mesma palavra.“

—  Victor Hugo poeta, romancista e dramaturgo francês 1802 - 1885

Erica Jong photo
Denis Diderot photo

„Não se retém quase nada sem o auxílio das palavras, e as palavras quase nunca bastam para transmitir precisamente o que se sente.“

—  Denis Diderot 1713 - 1784

On ne retient presque rien sans le secours des mots, et les mots ne suffisent presque jamais pour rendre précisément ce que l'on sent
"Pensées Détachées sur la Peinture" in: "Oeuvres de Denis Diderot", Volume 4‎ - Página 530 http://books.google.com.br/books?id=a9ATAAAAQAAJ&pg=PA530, Denis Diderot - A. Belin, 1818

Frank Wedekind photo

„Este quase eterno, que é o destino, a característica da minha natureza. Eu estava casado, e quase me tornei um ator, quase um escritor ilustre e quase merecia uma tonelada de dinheiro. Isto quase, mas não tenho muita sorte, muito menos com as mulheres que têm pouca receptividade ao realismo para o quase ter.“

—  Frank Wedekind 1864 - 1918

Dieses ewige Beinahe, das ist das Verhängnis, das Charakteristische meiner Natur. Ich war beinah verheiratet, wäre beinahe Schauspieler geworden, bin beinahe ein geschätzter Schriftsteller und verdiene beinahe eine Unmenge Geld. Mit diesem Beinahe hat man aber nicht viel Glück, am wenigsten bei Frauen, die in ihrem berechtigten Realismus wenig Empfänglichkeit für das Beinahe haben.
Frank Wedekind, carta a K. Martens, 26 de dezembro de 1899

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Mario Puzo photo
Ben Carson photo
Jaime Balmes photo
Ayn Rand photo

„Então você acha que o dinheiro é a raiz de todo o mal. E já se perguntou qual é a raiz de todo o dinheiro?“

—  Ayn Rand, livro Atlas Shrugged

"So you think that money is the root of all evil?" [...] "Have you ever asked what is the root of money?
Atlas shrugged‎ - Página 410, Ayn Rand - Dutton, 1992, ISBN 0525934189, 9780525934189 - 1168 páginas

Tópicos relacionados