Frases do livro
O Idiota

Fiódor DostoiévskiTítulo original Идіотъ (Russo, 1869)

O Idiota é um dos principais romances de Fiódor Dostoiévski. O romance começou a ser escrito no dia 14 de setembro de 1867 em Genebra e foi concluído em 25 de janeiro de 1869 em Florença. Ele foi inicialmente publicado em folhetim, e não em livro, pela revista O mensageiro russo, tendo sua primeira parte sido publicada em março de 1868 e seus últimos capítulos em fevereiro de 1869.Na época de elaboração do romance, Dostoiévski estava em situação física e emocional muito precária: eram constantes suas crises de epilepsia, suas dívidas estavam altas e ele perdia o pouco que tinha no jogo, além do mais estava sob forte pressão dos editores e, não bastasse isso, nasceu e morreu prematuramente sua filha Sônia.O personagem principal de O Idiota é o Príncipe Liév Nikoláievitch Míchkin , uma ilustração moderna do ideal ético cristão. As maiores influências para a criação do Príncipe Míchkin foram os também cristãos idealizados, porém desta vez retratados como cômicos, Dom Quixote de Cervantes, Pickwick de Dickens e Pangloss de Voltaire. O Príncipe Míchkin, como ideal cristão, também era a forma como Dostoiévski se contrapunha ao niilismo ocidental europeu, por isso o personagem pode ser visto como estando em direta contraposição ao Raskolnikov de Crime e Castigo, uma das principais retratações do tipo niilista por Dostoiévski. O Idiota é entendido como "o romance mais autobiográfico de Dostoiévski", muito pelo fato do autor e do personagem principal serem epilépticos, mas também por ambos terem dificuldades sociais.O livro foi muito bem recebido pelos críticos da época.O Idiota é considerado pelo crítico estadunidense Harold Bloom uma obra do Cânone Ocidental, juntamente com Crime e Castigo e Memórias do Subsolo.


Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski photo

„A delicadeza e a dignidade é o próprio coração que ensina e não um mestre de dança.“

—  Fiódor Dostoiévski, livro O Idiota

Notas do Subterrâneo ou Memórias do subsolo, O Idiota

Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski photo

„É melhor ser infeliz, porém estar inteirado disso, do que ser feliz e viver sendo feito de idiota.“

—  Fiódor Dostoiévski, livro O Idiota

Notas do Subterrâneo ou Memórias do subsolo, O Idiota

Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski photo

„Pode-se dizer tudo a uma criança — tudo.“

—  Fiódor Dostoiévski, livro O Idiota

Notas do Subterrâneo ou Memórias do subsolo, O Idiota

Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski photo

„Livre arbítrio e o dinheiro, ou seja, com os dois objetos que distinguem cada um de nós de um quadrúpede.“

—  Fiódor Dostoiévski, livro O Idiota

Notas do Subterrâneo ou Memórias do subsolo, O Idiota

Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski photo

„Escrevo algumas palavras ainda me recuperando do impacto que me causou a leitura.“

—  Fiódor Dostoiévski, livro O Idiota

Notas do Subterrâneo ou Memórias do subsolo, O Idiota

Autores parecidos
Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski112
escritor russo 1821 - 1881
Liev Tolstói photo
Liev Tolstói166
escritor russo
Michail Bakunin photo
Michail Bakunin25
Teórico político russo