„Amor e ódio são os dois mais poderosos afectos da vontade humana.“

"O Chrysostomo portuguez: ou, O padre Antonio Vieira da Companhia de Jesus. N'um ensaio de eloquencia compilado dos seus sermões segundo os principios da Oratoria Sagrada"‎ - Página 109, de António Vieira - Publicado por M. Moreira, 1880

Obtido da Wikiquote. Última atualização 21 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Friedrich Nietzsche photo

„A vontade se superar um afecto não é, em última análise, senão vontade de um outro ou de vários outros afectos.“

—  Friedrich Nietzsche filósofo alemão do século XIX 1844 - 1900

Variante: A vontade de superar um afeto não é, em última análise, senão vontade de um outro ou de vários outros afetos.

Baltasar Gracián photo
Luís Vaz de Camões photo
Alfred De Musset photo
Liev Tolstói photo
Buda photo

„Não se combate ódio com ódio, mas sim com amor.“

—  Buda Foi um príncipe e fundador do budismo -563 - -483 a.C.

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Martin Luther King Junior photo
Deepak Chopra photo
Renato Russo photo
Vergílio Ferreira photo
Buda photo
Alexander Pope photo
Samuel Johnson photo
Honoré De Balzac photo
Albert Einstein photo
Joyce Carol Oates photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Gaston Leroux photo

Tópicos relacionados