Frases de Ulysses S. Grant

Ulysses S. Grant foto

1   1

Ulysses S. Grant

Data de nascimento: 27. Abril 1822
Data de falecimento: 23. Julho 1885

Ulysses S. Grant foi o 18.º Presidente dos Estados Unidos da América . Como General Comandante, Grant esteve ao lado do Presidente Abraham Lincoln liderando o Exército da União na vitória contra a Confederação durante a Guerra de Secessão. Implementou a chamada Reconstrução dos Estados Unidos, muitas vezes em desacordo com o sucessor de Lincoln, Andrew Johnson. Eleito por duas vezes presidente, Grant levou os Republicanos a apagar os vestígios do nacionalismo confederado e da escravatura, protegeu os cidadãos afro-americanos, e deu apoio à prosperidade económica por toda a nação. A sua presidência repetidamente alvo de críticas por tolerar a corrupção, e o seu segundo mandato como presidente levou o país a uma grave depressão económica.

Grant formou-se em 1843 na Academia Militar dos Estados Unidos em West Point, e prestou serviço na Guerra Mexicano-Americana, retirando-se em 1854. Durante a sua vida civil, passou por dificuldades financeiras. Quando a Guerra Civil começou em 1861, juntou-se, de novo, ao Exército dos Estados Unidos. Em 1862, Grant ficou responsável pelo Kentucky e grande parte do Tennessee, e levou a as forças da União à vitória na Batalha de Shiloh, ganhando a reputação de comandante agressivo. Durante o conflito, incorporou escravos afro-americanos no esforço da guerra. Em Julho de 1863, depois de várias batalhas, Grant derrotou os exércitos Confederados e cercou Vicksburg, dando o controlo do rio Mississípi à União ao dividir a Confederação em dois. Depois das suas vitórias durante a Campanha de Chattanooga, Lincoln promoveu-o a tenente-general, e a Comandante General dos Estados Unidos em Março de 1864. Grant ficou frente-a-frente com Robert E. Lee em várias batalhas sangrentas, cercando o exército deste na defesa de Richmond. Grant coordenou uma série de campanhas devastadoras em outros locais. Em Abril de 1865, Lee rendeu-se a Grant na Batalha de Appomattox, pondo termo à guerra. A maioria dos historiadores elogiam o génio militar de Grant, e as suas estratégias fazem parte dos livros sobre estratégia militar, mas alguns acham que ele obtinha as suas vitórias por via da força bruta e não de uma estratégia superior.

Despois da Guerra Civil, Grant liderou o a supervisão do exército da Reconstrução nos ex-estados Confederados. Eleito presidente em 1868, e reeleito em 1872, Grant conseguiu estabilizar o estado da nação durante os agitados anos da Reconstrução, processou o Ku Klux Klan e reforçou as leis dos direitos civis e de votos com o apoio do exército e do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. Com a ajuda do exército, construiu o Partido Republicano no Sul, com base nos cidadãso votantes negros, migrantes do Norte e apoiantes brancos Sulistas . Depois da privação de direitos de alguns ex-Confederados, os republicanos obtiveram maiorias e os afro-americanos foram eleitos para o Congresso e altos gabinetes de estado. No seu segundo mandato, as coligações republicanas do Sul dividiram-se e foram derrotadas uma a uma à medida que os redeemers retomavam o controlo pela violência. A política de relações pacíficas com os índios implementada por Grant, resultou numa redução inicial da violência nas fronteiras, mas ficou marcada pela Grande Guerra com os Sioux em 1876, na qual George Custer e o seu regimento foram mortos na Batalha de Little Bighorn. Ao longo da sua presidência, Grant teve de enfrentar acusações de corrupção nos gabinetes executivos, incluindo investigações do Congresso a duas secretarias.

No que respeita à política externa, Grant aumentou as relações comerciais e a influência da América, ao mesmo tempo que se mantinha em paz com o mundo. A sua administração resolveu com sucesso as reivindicações do ''Alabama'' junto da Grã-Bretanha, pondo um ponto final nas tensões da guerra. Grant evitou a guerra com a Espanha depois do Caso Virginius, mas o Congresso rejeitou a sua tentativa de anexação da República Dominicana. Na política comercial, a administração de Grant implementou o padrão-ouro e procurou fortalecer o dólar. A sua resposta ao Pânico de 1873 trouxe algum alívio financeiro aos bancos de Nova Iorque, mas não conseguiu travar a depressão de cinco anos que fez aumentar o desemprego, baixar preços, baixar os lucros e as falências. Ao deixar a presidência em 1877, embarcou numa viagem à volta do mundo que durou dois anos.

Em 1880, Grant não conseguiu obter apoio dos republicanos para um terceiro mandato. Face a sérios reveses financeiros e a morrer de cancro da garganta, escreveu as suas memórias, obtendo uma boa recepção da crítica e boas vendas. A sua morte em 1885 deu origem a um sentimento de uma unidade nacional. As avaliações dos presidentes feitas pelos historiadores foram negativas até à década de 1980. Os académicos colocam a presidência de Grant abaixo da média de outros presidentes. Os seus críticos avaliam negativamente a sua gestão económica e o tratado de anexação da República Dominicana, enquanto os seus admiradores destacam a sua preocupação pelos [[Povos nativos dos Estados Unidos |Nativos Americanos]] e da defesa dos direitos de voto e civis.

Citações Ulysses S. Grant






Ulysses S. Grant foto
Ulysses S. Grant159
18th President of the United States 1822 – 1885













Ulysses S. Grant foto
Ulysses S. Grant159
18th President of the United States 1822 – 1885


Autores parecidos