Frases de Jean Bodin

Jean Bodin foto
2  0

Jean Bodin

Data de nascimento:1529
Data de falecimento:1596

Jean Bodin nasceu em Angers, França 1530, e faleceu em Laon, também na França em 1596, foi um jurista francês, membro do Parlamento de Paris e professor de Direito em Toulouse.Também adepto da teoria do direito divino dos reis, Jean Bodin tornou-se conhecido como o Procurador Geral do Diabo devido a sua incansável perseguição a feiticeiras e hereges. Ele é considerado por muitos o pai da Ciência Política devido a sua teoria sobre soberania. Baseou-se nesta mesma teoria para afirmar que a legitimação do poder do homem sobre a mulher e da monarquia sobre a gerontocracia.

As principais obras de Bodin, são 3: “Método fácil para a compreensão da história”, “Os seis livros da república”, e o principal: “Da República”.

Ele escreveu diversos livros, mas a Inquisição condenou a muitos deles porque o autor demonstrou simpatia pelas teorias calvinistas. Estes calvinistas, chamados Huguenotes na França, eram processados pela Igreja católica assim como outros grupos protestantes ou reformadores cristãos o eram em outros países católicos.

Seus livros dividiram opiniões: alguns escritores franceses os admiravam, enquanto Francis Hutchinson foi seu detrator, criticando sua metodologia. As obras escritas por Bodin faziam diversas alusões a julgamentos de bruxos e o procedimento que deveria ser seguido, dando-lhe a reputação de um homem sanguinário, defendeu a autoridade do monarca até mesmo diante das imposições da Igreja Católica.

Sobre sua obra podemos dizer que Jean Bodin é um autor que enaltece o absolutismo, adotando o direito como solução para defender o fortalecimento do poder.

Preocupado em definir o que seja uma república . Para ele Estado é o conjunto de famílias ou de colégios submetidos a uma só autoridade.

Propõe ainda que as famílias e/ou colégios devem estar reunidos sobre a mesma autoridade, de modo que o poder já se identifica como uma regência centralizada dos diversos grupos.

Para ele a república é governada a partir da consciência harmônica de 3 tipos de leis: a lei moral, de foro íntimo de cada individuo; a lei doméstica, que é de âmbito da casa; e a lei civil, que tem por âmbito de aplicação as relações entre as famílias e os colégios.

Há ainda um quarto elemento na definição bodiniana: a soberania

A soberania é o cimento das relações sociais. E quem a exerce não pode ser restrito ou limitado.

Com base na noção de soberania é que se forma a tripartição de formas pelas quais ela pode ser exercida. Aliás, muito semelhante às formas de governo aristotélicas: monarquia; ou aristocracia; ou democracia.

Bodin posiciona-se favoravelmente no sentido da monarquia. Ele dá 3 argumentos para essa escolha: o primeiro vem da história, o segundo vem da autoridade de grandes pensadores e da lei de Deus, o terceiro, o argumento mais forte é que não se pode dar ou receber ordens de um companheiro.

Todavia, existem algumas limitações ao poder do soberano. São as leis naturais e as leis divinas.

Os limites ao poder, na concepção bodiniana, são esses dados pelas leis anteriores ao soberano, existentes na natureza e criadas por Deus.

O soberano é antes de mais nada um servo de Deus:

“Todos os príncipes da terra estão submetidos à lei divina e não tem poder de contrariá-la, se não querem ser culpados de crime de lesa majestade, fazendo guerra contra Deus” ”

As leis divinas e naturais são a medida que define a diferença entre monárquico e tirano: um se conforma com as leis da natureza,o outro as pisoteia.

Não obstante, surge um problema a essa teoria. Quando um rei se torna tirano cabe ao povo julgar seus procedimentos? Para Bodin,o povo não pode se rebelar mesmo que caia nas mãos de um tirano que desrespeita a lei divina e natural.

Na concepção bodiniana não há uma autoridade capaz de julgar o soberano, isso seria uma afronta à própria soberania e, a esse que afronta o soberano, só resta uma sentença: a morte.

Para Bodin, a desordem e desgoverno são males, ele acredita firmemente na soberania absoluta, discorrendo com cientificidade e sistematicidade sobre o tema. Bodin é o homem de uma época em que o feudalismo estava sendo substituído pelos estados centralizados..

Citações Jean Bodin

Aniversários de hoje
Capistrano de Abreu foto
Capistrano de Abreu5
1853 - 1927
Zane Grey foto
Zane Grey1
1872 - 1939
Théophile Gautier foto
Théophile Gautier22
1811 - 1872
Outros 16 aniversários hoje