Frases de Filippo Tommaso Marinetti

Filippo Tommaso Marinetti photo
2   1

Filippo Tommaso Marinetti

Data de nascimento: 22. Dezembro 1876
Data de falecimento: 2. Dezembro 1944
Outros nomes:Filippo Tommaso Emilio Marinetti

Publicidade

Filippo Tommaso Marinetti foi um escritor, poeta, editor, ideólogo, jornalista e ativista político italiano. Foi o iniciador do movimento futurista, cujo manifesto publicou no jornal parisiense Le Figaro, em .

Italiano nascido na cidade egípcia de Alexandria, foi um dos criadores do movimento estético denominado futurismo - a primeira vanguarda histórica do século XX. Filho de um rico comerciante, fez seus estudos em sua cidade natal, e também em Paris, Pádua e Gênova, onde se formou em direito e viveu por muito tempo.

Suas primeiras obras foram poemas que escreveu para revistas literárias e, mais tarde. para sua própria revista - Poesia. Publicou no jornal Le Figaro , de Paris, um famoso manifesto em que mostrou sua oposição às fórmulas tradicionais e acadêmicas, expondo a necessidade de abandonar as velhas fórmulas e criar uma arte livre e anárquica, capaz de expressar o dinamismo e a energia da moderna sociedade industrial, que é considerado o texto fundador do movimento futurista. Este não foi o único movimento italiano de vanguarda, tendo sido no entanto o mais radical de todos, por pregar ruidosamente a antitradição. Indicava que as artes demolissem o passado e tudo o mais que significasse tradição, e celebrassem a velocidade, a era mecânica, a eletricidade, o dinamismo, a guerra.

Juntaram-se a Marinetti, Umberto Boccioni, Luigi Russolo e Carlo Carrà, autores do Manifesto dos pintores futuristas , no mesmo ano em que Boccioni redigiria o Manifesto técnico da pintura futurista. Com a Grande Guerra , o futurismo quase morreu juntamente com seus artistas mortos em combate, como Boccioni, ou vencidos pelo renascimento tradicionalista.

Alguns jovens artistas tentaram reavivá-lo depois da guerra, mas sem sucesso. No entanto, sua influência sobre os movimentos modernos que se seguiram foi importante e duradoura.

Marinetti radicou-se definitivamente na Itália e glorificou a Primeira Guerra Mundial como o mais belo poema futurista. Alistou-se no exército italiano, defendeu a intervenção italiana na guerra e ingressou no Partido Nacional Fascista . Politicamente foi um ativo militante fascista e chegou a afirmar que a ideologia do partido representava uma extensão natural das idéias futuristas.

Entre obras teatrais, romances e textos ideológicos de sua autoria citam-se Le Roi bombance , Mafarka le futuriste , Guerra sola igiene del mondo , Futurismo e fascismo .

Morreu em 2 de novembro de 1944, em Bellagio.

Citações Filippo Tommaso Marinetti

Publicidade

„We had stayed up all night — my friends and I — beneath mosque lamps hanging from the ceiling. Their brass domes were filigreed, starred like our souls; just as, again like our souls, they were illuminated by the imprisoned brilliance of an electric heart. On the opulent oriental rugs, we had crushed our ancestral lethargy, arguing all the way to the final frontiers of logic and blackening reams of paper with delirious writings.“

—  Filippo Tommaso Marinetti
Original Italian text: Avevamo vegliato tutta la notte  —  i miei amici ed io  —  sotto lampade di moschea dalle cupole di ottone traforato, stellate come le nostre anime, perchè come queste irradiate dal chiuso fulgòre di un cuore elettrico. Avevamo lungamente calpestata su opulenti tappeti orientali la nostra atavica accidia, discutendo davanti ai confini estremi della logica ed annerendo molta carta di frenetiche scritture. p. 49 Lead paragraph

„11. We shall sing the great masses shaken with work, pleasure, or rebellion: we shall sing the multicolored and polyphonic tidal waves of revolution in the modern metropolis; shall sing the vibrating nocturnal fervor of factories and shipyards burning under violent electrical moons; bloated railroad stations that devour smoking serpents; factories hanging from the sky by the twisting threads of spiraling smoke; bridges like gigantic gymnasts who span rivers, flashing at the sun with the gleam of a knife; adventurous steamships that scent the horizon, locomotives with their swollen chest, pawing the tracks like massive steel horses bridled with pipes, and the oscillating flight of airplanes, whose propeller flaps at the wind like a flag and seems to applaud like a delirious crowd.“

—  Filippo Tommaso Marinetti
Original Italian text: Noi canteremo le grandi folle agitate dal lavoro, dal piacere o dalla sommossa: canteremo le maree multicolori e polifoniche delle rivoluzioni nelle capitali moderne; canteremo il vibrante fervore notturno degli arsenali e dei cantieri incendiati da violente lune elettriche; le stazioni ingorde, divoratrici di serpi che fumano; le officine appese alle nuvole pei contorti fili dei loro fumi; i ponti simili a ginnasti giganti che scavalcano i fiumi, balenanti al sole con un luccichio di coltelli; i piroscafi avventurosi che fiutano l'orizzonte, le locomotive dall'ampio petto, che scalpitano sulle rotaie, come enormi cavalli d'acciaio imbrigliati di tubi, e il volo scivolante degli aereoplani, la cui elica garrisce al vento come una bandiera e sembra applaudire come una folla entusiasta. p. 52 : Last bullet-item in THE MANIFESTO OF FUTURISM

Publicidade

„It is from Italy that we are flinging this to the world, our manifesto of burning and overwhelming violence, with which we today establish 'Futurism', for we intend to free this nation from its fetid cancer of professors, archaeologists, tour guides, and antiquarians.“

—  Filippo Tommaso Marinetti
Original Italian text: È dall'Italia, che noi lanciamo pel mondo questo nostro manifesto di violenza travolgente e incendiaria, col quale fondiamo oggi il «Futurismo», perchè vogliamo liberare questo paese dalla sua fetida cancrena di professori, d’archeologhi, di ciceroni e d’antiquarii. p. 52

„O my brother Futurists! All of you, look at yourselves!.... In the name of that Human Pride we so adore, I proclaim that the hour is nigh when men with broad temples and steel chins will give birth magnificently, with a single trust of their bulging will, to giants with flawless gestures.“

—  Filippo Tommaso Marinetti
Quote of Marinetti, from the 'Preface' of his novel Mafraka, le Futuriste, Filippo Marinetti, 1909; as quoted in Futurism, ed. By Didier Ottinger; Centre Pompidou / 5 Continents Editions, Milan, 2008, p. 313, note 15

Publicidade

„Mondrian is the greatest Futurist painter of the North.“

—  Filippo Tommaso Marinetti
As quoted in Abstract Painting, Michel Seuphor, Dell Publishing Co., 1964, p. 36

Próximo