„Não sei como é a vida de um patife, nunca o fui; mas de a de um homem honesto é abominável.“

Variante: Não sei o que é a vida de um patife, não o tenho sido nunca; mas a de um homem honesto é abominável.

Última atualização 22 de Maio de 2020. História
Joseph De Maistre photo
Joseph De Maistre10
1753 - 1821

Citações relacionadas

Emile Zola photo
Thomas Carlyle photo
Groucho Marx photo
Jean de La Bruyere photo
Emma Watson photo

„Para ser honesta, não eu não sei muito sobre isso. Mas, pelo que sei, ele nunca foi gravar bêbado. Ele sempre foi um cara muito profissional e adorável“

—  Emma Watson atriz e modelo britânica 1990

Sobre os problemas que o ator Daniel Radcliffe teve com álcool.
Fonte: EGO.
Fonte: Emma Watson diz que não sabia dos problemas de Daniel Radcliffe com álcool, Da Redação, EGO, 13 de Julho de 2011 http://ego.globo.com/Gente/Noticias/0,,MUL1667228-9798,00-EMMA+WATSON+DIZ+QUE+NAO+SABIA+DOS+PROBLEMAS+DE+DANIEL+RADCLIFFE+COM+ALCOOL.html,

Nélson Rodrigues photo

„O homem só é feliz pelo supérfluo. No comunismo, só se tem o essencial. Que coisa abominável e ridícula!“

—  Nélson Rodrigues escritor e dramaturgo brasileiro 1912 - 1980

As 30 melhores entrevistas da Playboy
Fonte: As 30 melhores entrevistas da Playboy: agosto 1975-agosto 2005" - Página 132, de Luiz Rivoiro - 2005 - 313 páginas (novembro de 1979)

Alessandro Manzoni photo
Paulo Queiroz photo
François de La  Rochefoucauld photo
Giacomo Leopardi photo
Ricardo Araújo Pereira photo

„É que eu nunca sei o sexo das gasosas.“

—  Ricardo Araújo Pereira 1974

" Sou contra os jovens ", Mixórdia de Temáticas 25-05-2012

Bonald photo

„O mais difícil para um homem honesto não é cumprir o dever, é conhecê-lo.“

—  Bonald político francês 1754 - 1840

le plus difficile pour un honnête homme n'est pas de faire son devoir mais de le connaître
Essai analytique sur les lois naturelles de l'ordre social: Du divorce considére au XIXe siècle relativement à l'état domestique et à l'état public de sociéte. Pensées sur divers sujets. Discours politiques‎ - Página 282 http://books.google.com.br/books?id=Nh4nS4skewkC&pg=PA282, Louis-Gabriel-Ambroise Bonald (vicomte de) - A. LeClere et cie., 1847 - 570 páginas

Baltasar Gracián photo
Henry Wotton photo
Paolo Mantegazza photo
Friedrich Nietzsche photo