„O que seria então aquela sensação de força contida, pronta para rebentar em violência, aquela sede de empregá-la de olhos fechados, inteira, com a segurança irrefletida de uma fera? Não era no mal apenas que alguém podia respirar sem medo, aceitando o ar e os pulmões? Nem o prazer me daria tanto prazer quanto o mal, pensava ela surpreendida. Sentia dentro de si um animal perfeito, cheio de inconsequências, de egoísmo e vitalidade.“

Near to the Wild Heart

Última atualização 22 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Epicuro photo
Dante Alighieri photo

„Quanto maior é a sede, maior é o prazer em satisfazê-la.“

—  Dante Alighieri italiano autor da epopéia, A divina comédia, considerado um entre os maiores poetas de todos os tempos; sua obra teve g… 1265 - 1321

Epicuro photo
Jean De La Fontaine photo

„O vício é o mal que fazemos sem prazer.“

—  Sidonie Colette

Variante: O vício é o mal que se faz sem prazer.

Mário Quintana photo
Marcel Proust photo
François de La  Rochefoucauld photo
Lucio Anneo Seneca photo
Giacomo Leopardi photo

„O egoísmo foi sempre o mal da sociedade e quanto maior tanto pior é a condição da sociedade.“

—  Giacomo Leopardi, livro Zibaldone

L' egoismo è sempre stata la peste della società , e quanto è stato maggiore, tanto peggiore è stata la condizione della società.
"Zibaldone"; 670-671

Marguerite Yourcenar photo
Friedrich Nietzsche photo
Alexander Pope photo

„Feliz quem seus prazeres e cuidados a alguns hectares paternos limita, contente em respirar o ar nativo em sua própria terra.“

—  Alexander Pope 1688 - 1744

Happy the man, whose wish and care. A few paternal acres bound, Content to breathe his native air. In his own ground.
Letters of Alexander Pope and several eminent persons from the year 1705 to 1735 - Página 64 http://books.google.com.br/books?id=u075WPEcfDQC&pg=PA64, Alexander Pope - 1735 - 266 páginas

Umberto Eco photo
Madre Teresa de Calcutá photo

„A raiz de todos os males é o egoísmo.“

—  Madre Teresa de Calcutá Santa da Igreja Católica 1910 - 1997

Atribuídas

John Locke photo

„O prazer e a dor e os que os produz, o saber, o bem e o mal, são os eixos em que assentam todas as nossas paixões.“

—  John Locke Filósofo e médico inglês. pai do liberalismo clássico. 1632 - 1704

Variante: O prazer e a dor, e os que os produzem, o bem e o mal, são os eixos em que assentam todas as nossas paixões.

John Dryden photo