„O remorso é a única dor da alma que o tempo e a ponderação não conseguem nunca acalmar.“

car le remords est la seule douleur de l'âme, que le temps et la réflexion n'adoucissent pas.
Delphine, in: Œuvres complètes de Mme. la baronne de Staël‎ - v.5, Página 544 http://books.google.com.br/books?id=ZV5JAAAAMAAJ&pg=PA544, de Staël (Anne-Louise-Germaine), Auguste Louis Staël-Holstein, Albertine Adrienne de Saussure Necker, Albertine-Adrienne Necker de Saussure - Publicado por Treuttel et Würtz, 1820

Obtido da Wikiquote. Última atualização 21 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Germaine de Staël photo
Pierre Véron photo
Zeca Baleiro photo
William Shakespeare photo

„A glória do tempo é acalmar os reis em conflito.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Time's glory is to calm contending kings.
William Shakespeare in The Rape of Lucrece

Georg Christoph Lichtenberg photo
Georg Christoph Lichtenberg photo
Félicité Robert de Lamennais photo
Paulo Coelho photo

„A única dor fácil de suportar é a dor dos outros.“

—  Johnny De' Carli

reiki universal, Johnny De' Carli, citações, dor

Patrick Dempsey photo
Emilio Castelar photo

„O remorso é um aviso do céu, uma aviso de que existe consciência na alma do criminoso.“

—  Emilio Castelar 1832 - 1899

Variante: O remorso é um aviso do céu, um aviso de que existe consciência na alma do criminoso.

Confucio photo
Marguerite Yourcenar photo
Voltaire photo

„Os homens nunca sentem remorsos por coisas que estão habituados a fazer.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

Marquês de Maricá photo

„O remorso é no moral o que a dor é no físico da nossa individualidade: advertência de desordens que se devem reparar.“

—  Marquês de Maricá 1773 - 1848

"Máximas, pensamentos e reflexões do Marquês de Maricá (pub. em 1846)" - Página 9; de Marianno José Pereira da Fonseca Maricá, Alfredo Gomes; Publicado por Edições e publicações Brasil, 1940, 441 páginas

Françoise Sagan photo
Mia Couto photo

„A saudade é a única dor que me faz esquecer as outras dores.“

—  Mia Couto 1955

O Outro Pé da Sereia

Tópicos relacionados