Frases de Marie-Madeleine de La Fayette

Marie-Madeleine de La Fayette foto

9   0

Marie-Madeleine de La Fayette

Data de nascimento: 18. Março 1634
Data de falecimento: 25. Maio 1693

Madame de La Fayette foi uma escritora francesa.


„A amizade e a gratidão nada podem contra a ambição.“

„Perdoam-se infidelidades, mas não se esquecem.“


„É impossível exprimir a perturbação que o ciúme causa a um coração em que o amor ainda se não tenha declarado.“

„As paixões podem conduzir-me mas não me cegam.“

„Só são paixões as que nos tocam primeiro e nos surpreendem; as outras não passam de ligações a que levamos voluntariamente o nosso coração. As verdadeiras inclinações arrancam-no mesmo quando não queremos.“

„A vergonha é a mais violenta de todas as paixões.“

„É-se bem fraco quando se está apaixonado.“

„É tão perigoso esconder qualquer coisa dos amigos como nada lhes ocultar.“

„Só o ciúme me faz saber se estou apaixonada.“

Autores parecidos