Frases de Ludovico Ariosto

Ludovico Ariosto photo
17   4

Ludovico Ariosto

Data de nascimento: 8. Setembro 1474
Data de falecimento: 6. Julho 1533

Ludovico Ariosto foi um poeta italiano.

Filho de um membro do tribunal de Ferrara, estudou direito, abandonando a carreira para dedicar-se à poesia. Estudou os poetas latinos e a composição de seus versos. Foi protegido do nobre Hipólito d'Este e, posteriormente, de Afonso d'Este.

A obra de Ariosto é vasta: Poesias líricas latinas , Sátiras, peças de teatro, etc. Sua obra mais famosa é o poema Orlando Furioso, que seria a continuação de uma obra anterior de Matteo Maria Boiardo intitulada Orlando enamorado.

O poema, composto de 46 cantos em sua versão final, alcançou grande sucesso, por ocasião de sua publicação. Nele, o poeta ridiculariza a nobreza feudal em decadência, ao mesmo tempo que prenuncia o novo homem da Renascença.

Além do seus aspectos sociais, a obra consegue unir um enredo fantástico a uma versificação harmoniosa.

Orlando Furioso foi traduzido em quase todas as línguas e no próprio século XVI foram feitas mais de sessenta edições do poema. Narra uma série de episódios que derivam de épicos, romances e poesia heróica da Idade Média e início do Renascimento, destacando-se três histórias nucleares à volta das quais as outras se formam: o amor de Orlando por Angelica - a de maior importância; a guerra entre cristãos e mouros perto de Paris - que constitui o cenário épico para toda a narrativa; e o amor entre Rogério e Bradamante - uma cortesia literária em honra da família Este, que se supõe descendente daquelas duas personagens.

Aristo ainda deixou o poema inacabado Rinaldo Ardito.

Obras

Orlando Furioso
Orlando Furioso
Ludovico Ariosto
Satire
Ludovico Ariosto

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„The youth, who pants to gain the amorous prize,
Forgets that Heaven with all-discerning eyes
Surveys the secret heart; and when desire
Has, in possession, quenched its short-lived fire,
The devious winds aside each promise bear,
And scatter all his solemn vows in air!“

—  Ludovico Ariosto, livro Orlando Furioso

L'amante, per aver quel che desia,
Senza guardar che Dio tutto ode e vede,
Aviluppa promesse e giuramenti,
Che tutti spargon poi per l'aria i venti.
Canto X, stanza 5 (tr. John Hoole)
Orlando Furioso (1532)

„As it was ordered, all fell out aright,
For seldom ill design is schemed in vain.“

—  Ludovico Ariosto, livro Orlando Furioso

Come ordine era dato, il tutto avvenne,
Che 'l consiglio del mal va raro invano.
Canto XXI, stanza 48 (tr. W. S. Rose)
Orlando Furioso (1532)

„For—good or bad—though from one mouth it flows,
Fame to a boundless torrent quickly grows.“

—  Ludovico Ariosto, livro Orlando Furioso

Che tosto o buona o ria che la fama esce
Fuor d'una bocca, in infinito cresce.
Canto XXXII, stanza 32 (tr. W. S. Rose)
Orlando Furioso (1532)

Aniversários de hoje
Joseph Goebbels photo
Joseph Goebbels45
Ministro da Propaganda do Partido Nazista Alemão 1897 - 1945
Bob Ross photo
Bob Ross3
1942 - 1995
Georges Brassens photo
Georges Brassens1
1921 - 1981
Outros 40 aniversários hoje