Frases de Jorge Guinle

1   0

Jorge Guinle

Data de nascimento: 1916
Data de falecimento: 2004

Jorge Eduardo Guinle , mais conhecido como Jorginho Guinle, foi um socialite, playboy e herdeiro milionário brasileiro, notável por suas conquistas amorosas e falência financeira.

Guinle morreu aos 88 anos de idade morando, por favor de seus novos donos, no hotel Copacabana Palace que fora fundado por seu tio Octávio em 1923, após haver perdido quase todos os seus bens avaliados em cerca de 100 milhões de dólares em festas, viagens e mulheres. Declarando com orgulho nunca ter trabalhado em sua vida, Jorginho publicou uma autobiografia cujo título resumia seu estilo de viver: "Um Século de Boa Vida". Casou-se quatro vezes, e teve três filhos de três desses casamentos.

Por seu trânsito nas altas rodas mundiais foi convidado para ser embaixador informal do Brasil nos Estados Unidos, a pedido do Departamento de Imprensa e Propaganda durante a ditadura Vargas, e representante de "assuntos sul-americanos" em Hollywood, a pedido de Nelson Rockefeller. O acesso aos estúdios fez com que se gabasse de conquistas como Marilyn Monroe , Rita Hayworth ou Jayne Mansfield . Foi um grande aficionado pelo jazz e, por isso, foi autor da primeira obra no Brasil sobre o estilo musical.

Sua filosofia ao fim da vida procurava manter o título de "maior playboy do Brasil", dizendo que “Nenhum playboy de hoje pode ser meu sucessor. Todos têm um grave defeito: eles trabalham” e concluía que: “O segredo do bem viver é morrer sem um centavo no bolso. Mas errei o cálculo e o dinheiro acabou antes da hora”.

Citações Jorge Guinle


Autores parecidos