Frases do livro
Dom Casmurro

Dom Casmurro

Dom Casmurro é um romance escrito por Machado de Assis, publicado em 1899 pela Livraria Garnier. Escrito para publicação em livro, o que ocorreu em 1900 – embora com data do ano anterior, ao contrário de Memórias Póstumas de Brás Cubas e Quincas Borba , escritos antes em folhetins –, é considerado pela crítica o terceiro romance da "Trilogia Realista" de Machado de Assis, ao lado desses outros dois, embora o próprio autor não tenha formulado esta categoria.Seu protagonista é Bento Santiago, o narrador da história que, contada em primeira pessoa, pretende "atar as duas pontas da vida", ou seja, unir relatos desde sua mocidade até os dias em que está escrevendo o livro. Entre esses dois momentos, Bento escreve sobre suas reminiscências da juventude, sua vida no seminário, seu caso com Capitu e o ciúme que advém desse relacionamento, que se torna o enredo central da trama. Ambientado no Rio de Janeiro do Segundo Império, se inicia com um episódio que seria recente, no qual o narrador recebe a alcunha de "Dom Casmurro", daí o título do romance. Machado de Assis o escreveu utilizando ferramentas literárias como a ironia e a intertextualidade, fazendo referências a Schopenhauer e, sobretudo, à peça Otelo, o Mouro de Veneza de Shakespeare.


Machado de Assis photo
Machado de Assis photo

„Assim na cama, envolvido no lençol, tratei de poetar.“

—  Machado de Assis, livro Dom Casmurro

Romances Completos de Machado de Assis: "Dom Casmurro" e mais 9 obras - Volume I

Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo
Machado de Assis photo

„Tudo acaba, leitor; é um velho truísmo, a que se pode acrescentar que nem tudo o que dura, dura muito tempo. Esta segunda parte não acha crentes fáceis; ao contrário, a ideia de que um castelo de vento dura mais que o mesmo vento de que é feito, dificilmente se despegará da cabeça, e é bom que seja assim, para que se não perca o costume daquelas construções quase eternas.“

—  Machado de Assis, livro Dom Casmurro

Capítulo CXVIII; veja (wikisource)
Romances, Dom Casmurro
Variante: Tudo acaba, leitor; é um velho truísmo, a que se pode acrescentar que nem tudo o que dura dura muito tempo. Esta segunda parte não acha crentes fáceis; ao contrário, a idéia de que um castelo de vento dura mais que o mesmo vento de que é feito, dificilmente se despegará da cabeça, e é bom que seja assim, para que se não perca o costume daquelas construções quase eternas.

Machado de Assis photo

„O destino não é só dramaturgo, é também o seu próprio contra-regra, isto é,
designa a entrada dos personagens em cena, dá-lhes as cartas e outros objetos, e
executa dentro os sinais correspondentes ao diálogo, uma trovoada, um carro, um
tiro.“

—  Machado de Assis, livro Dom Casmurro

Dom Casmurro
Variante: O destino não é só dramaturgo, é também o seu próprio contra-regra, isto é, designa a entrada dos personagens em cena, dá-lhes as cartas e outros objetos, e executa dentro os sinais correspondentes ao diálogo, uma trovoada, um carro, um tiro.

Machado de Assis photo
Machado de Assis photo

„A vida é cheia de obrigações que a gente cumpre por mais vontade que tenha de as infringir deslavadamente.“

—  Machado de Assis, livro Dom Casmurro

Dom Casmurro
Variante: A vida é cheia de obrigações que a gente cumpre, por mais vontade que tenha de as infringir

Autores parecidos
Machado de Assis photo
Machado de Assis401
escritor brasileiro 1839 - 1908
Ruy Barbosa photo
Ruy Barbosa69
político, escritor e jurista brasileiro
Liev Tolstói photo
Liev Tolstói166
escritor russo
Eça de Queiroz photo
Eça de Queiroz153
Escritor e diplomata português
Honoré De Balzac photo
Honoré De Balzac224
Escritor francês