„O amor é o mais agradável episódio do romance da vida, e o casamento o apagador do amor.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Nicolas Chamfort photo

„O amor agrada mais que o casamento, pelo mesmo motivo que os romances divertem mais que a História.“

—  Nicolas Chamfort 1741 - 1794

L'amour plaît plus que le mariage, par la raison que les romans sont plus amusants que l'histoire.
Œuvres de Chamfort‎ - Página 322 http://books.google.com.br/books?id=apNEAAAAIAAJ&pg=PA322, de Sébastien-Roch-Nicolas Chamfort, Arsène Houssaye - Publicado por A. Delahays, 1857 - 356 páginas

Germaine de Staël photo
Millôr Fernandes photo

„Todo o casamento sem amor resulta em amor sem casamento.“

—  Millôr Fernandes cartunista, humorista e dramaturgo brasileiro. 1923 - 2012

Giacomo Casanova photo

„Casamento é o túmulo do amor.“

—  Giacomo Casanova 1725 - 1798

History of My Life (trans. Trask 1967), 1997 reprint, vol. 9, chap. 8, p. 208

Pierre-Augustin de Beaumarchais photo
Mark Twain photo

„O amor é aquilo que depois do casamento se chama engano.“

—  Mark Twain escritor, humorista e inventor norte-americano 1835 - 1910

Oscar Wilde photo

„O casamento é o fim do romance e o começo da história.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

Alexandre Dumas, pai photo
Julie de Lespinasse photo
Roberto Justus photo

„É pelo amor que sinto por você, neném, que estou te pedindo em casamento.“

—  Roberto Justus Investidor, Administrador, publicitário, empresário e apresentador de televisão brasileiro 1955

Roberto Justus, em vídeo apresentado na festa de aniversário da namorada, a apresentadora Eliana
Fonte: Revista Veja http://veja.abril.com.br/061200/vejaessa.html, Edição 1 678 - 6 de dezembro de 2000.

Victor Hugo photo

„O amor abre o paréntesis, o casamento o fecha.“

—  Victor Hugo poeta, romancista e dramaturgo francês 1802 - 1885

L'amour ouvrit la parenthese, Le mariage la ferma.
La légende des siècles: Premieree série histoire : les petites épopées: Volume 2 - Página 134 http://books.google.com.br/books?id=5vY5AAAAcAAJ&pg=PA134, Victor Hugo - Meline, Cans et Cie., 1859

François de La  Rochefoucauld photo
Jean Baptiste Alphonse Karr photo
Miguel de Unamuno photo

„Quase todos os homens vivem inconscientemente no tédio. O tédio é o fundo da vida, foi o tédio que inventou os jogos, as distracções, os romances e o amor.“

—  Miguel de Unamuno, Mist

Niebla
Variante: O aborrecimento é o alicerce da vida, foi o aborrecimento que inventou os jogos, as distracções, os romances e o amor.

Penélope Cruz photo

Tópicos relacionados