„Vão os anos decendo, e já do Estio
Há pouco que passar até o Outono;
A Fortuna me faz o engenho frio,
Do qual já não me jacto nem me abono;
Os desgostos me vão levando ao rio
Do negro esquecimento e eterno sono...“

— Luís Vaz de Camões

Luís Vaz de Camões photo
Luís Vaz de Camões79
poeta português 1524 - 1580
Publicidade

Citações relacionadas

Maria I de Portugal photo
Friedrich Nietzsche photo
Publicidade
Josef Stalin photo
Pablo Neruda photo
 Aristoteles photo
Friedrich Schiller photo
David Bowie photo
Publicidade
Fernando Pessoa photo
Charles Bukowski photo
Isaac Bashevis Singer photo
Publicidade
Luiz Inácio Lula da Silva photo
Próximo