„Se o sangue for derramado, deixe que seja nosso sangue. Cultive a coragem silenciosa de morrer sem matar. Um homem vive livremente apenas quando está pronto para morrer, se necessário for, nas mãos de seu irmão, nunca matando-o.“

—  Mahátma Gándhí, Paz
Mahátma Gándhí photo
Mahátma Gándhí208
líder político e religioso indiano 1869 - 1948
Publicidade

Citações relacionadas

Marechal Rondon photo

„Morrer se necessário for! Matar nunca!“

—  Marechal Rondon
Lema do Marechal Rondon; citado em "Rondon conta sua vida"; Por Cândido Mariano da Silva Rondon, Esther de Viveiros; Publicado por Livraria São José, 1958; Original da Universidade do Texas; Digitalizado em 11 jun. 2008; 638 páginas http://books.google.com.br/books?id=SAxnAAAAMAAJ&q=Morrer+se+necess%C3%A1rio+for!+Matar+nunca!&dq=Morrer+se+necess%C3%A1rio+for!+Matar+nunca!&pgis=1, página 226

Publicidade
Gerson De Rodrigues photo
Napoleão Bonaparte photo

„Requer mais coragem sofrer do que morrer.“

—  Napoleão Bonaparte monarca francês, militar e líder político 1769 - 1821
Atribuídas

Marqués de Sade photo
Napoleão Bonaparte photo

„A bravura provém do sangue, a coragem provém do pensamento.“

—  Napoleão Bonaparte monarca francês, militar e líder político 1769 - 1821

Ban Ki-moon photo

„Continuam alimentando a máquina da guerra também têm sangue nas mãos.“

—  Ban Ki-moon diplomata e político sul-coreano, Ex-secretário geral da ONU 1944
Terra https://noticias.terra.com.br/paises-que-alimentam-guerra-siria-tem-sangue-nas-maos-diz-ban-ki-moon,f05bdb3bfaa96fa5a341181cd01d45cajz6as6wr.html — 16/10/2016

Stendhal photo
George Crabbe photo
John Fitzgerald Kennedy photo
Dante Alighieri photo

„Tiveste sede de sangue, e eu de sangue te encho.“

—  Dante Alighieri italiano autor da epopéia, A divina comédia, considerado um entre os maiores poetas de todos os tempos; sua obra teve g… 1265 - 1321

Jean de La Bruyere photo

„Para o homem, apenas há três acontecimentos: nascer, viver e morrer. Ele não sente o nascer, sofre ao morrer e esquece-se de viver.“

—  Jean de La Bruyere, livro Les Caractères ou les Mœurs de ce siècle
Il n'y a pour l'homme que trois événements : naître, vivre et mourir. Il ne se sent pas naître, il souffre à mourir, et il oublie de vivre. Jean de La Bruyère in: Les Caractères, ou les mœurs de ce siècle, La Bruyère, éd. Estienne Michallet, 1696, - Les Caractères - De l'homme (veja wikisource, item 48 (IV))

Herbert Spencer photo
Vittorio Alfieri photo

„Frequentemente a prova da coragem não é morrer, mas viver.“

—  Vittorio Alfieri, Oreste
"Spesso la prova di coraggio non è morire, ma vivere". Oreste, atto IV, scena II

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“