„Que solidão é mais solitária que a desconfiança?“

What loneliness is more lonely than distrust?
Middlemarch (1871), Chapter 44

Original

He distrusted her affection; and what loneliness is more lonely than distrust.

Variante: What loneliness is more lonely than distrust?
Fonte: Middlemarch (1871)

Última atualização 21 de Maio de 2020. História
George Eliot photo
George Eliot51
1819 - 1880

Citações relacionadas

André Malraux photo
Friedrich Nietzsche photo

„Na solidão, o solitário devora a si mesmo; na multidão devoram-no inúmeros. Então escolhe.“

—  Friedrich Nietzsche, livro Humano, Demasiado Humano

In der Einsamkeit frisst sich der Einsame selbst auf, in der Vielsamkeit fressen ihn die Vielen. Nun wähle.
Menschliches, Allzumenschliches: Ein Buch für freie Geister : Dem Andenken Voltaire's geweiht zur Gedächtniss-Feier seines Todestages, des 30. Mai 1778, página 149, Friedrich Wilhelm Nietzsche - E. Schmeitzner, 1878 - 377 páginas
Humano, demasiado humano

Calderón de la Barca photo
William Shakespeare photo
Mahátma Gándhí photo

„Desconfiança é a melhor parte do conhecimento.“

—  Mahátma Gándhí líder político e religioso indiano 1869 - 1948

„Os grandes homens estão muitas vezes solitários. Mas essa solidão é parte da sua capacidade de criar. O caráter, assim como a fotografia, desenvolve-se no escuro.“

—  Youssuf Karsh

Variante: Os grandes homens estão muitas vezes solitários. Mas essa solidão é parte da sua capacidade de criar. O carácter, assim como a fotografia, desenvolve-se no escuro.

Julie de Lespinasse photo
Paul Valéry photo
François de La  Rochefoucauld photo

„A nossa desconfiança justifica o engano alheio.“

—  François de La Rochefoucauld Escritor, moralista e memorialista francês 1613 - 1680

Stig Dagerman photo
Fabrício Carpinejar photo
Dag Hammarskjöld photo
François de La  Rochefoucauld photo
Marquês de Maricá photo
Teofrasto photo

„A desconfiança põe-nos de sobreaviso contra todo mundo.“

—  Teofrasto -371 - -287 a.C.

Variante: A desconfiança põe-nos de sobreaviso contra toda a gente.

François de La  Rochefoucauld photo

„No amor, o engano vai quase sempre mais longe do que a desconfiança.“

—  François de La Rochefoucauld Escritor, moralista e memorialista francês 1613 - 1680

Variante: No amor, o engano vai quase sempre mais longe que a desconfiança.