„De fato, o Estado não é maneta e nem poderia sê-lo. Ele tem duas mãos: uma para receber e outra para dar, ou, melhor dizendo, a mão rude e a mão delicada. A ação da segunda subordina-se necessariamente à da primeira.“

Publicidade

Citações relacionadas

Neil Young photo
Clarice Lispector photo
Publicidade
Abel Bonnard photo
Clarice Lispector photo
Publicidade
Robert Browning photo
Camilo Castelo Branco photo
James Joyce photo
Gisele Bündchen photo
Publicidade
Honoré De Balzac photo
 Cazuza photo
Paulo Betti photo
Próximo