„Considero a vida uma estalagem onde tenho que me demorar até que chegue a diligência do abismo. Não sei onde ela me levará, porque não sei nada.“

"Autobiografia sem Factos". (Assírio & Alvim, Lisboa, 2006, p. 40)
Livro do desassossego - (Autobiografia sem factos) página 28 https://books.google.com.br/books?id=T6g1BgAAQBAJ&pg=PT28, Fernando Pessoa, Editora Companhia das Letras, 2006, ISBN 8543802296, 9788543802299, 560 páginas
Autobiografia sem Factos

Obtido da Wikiquote. Última atualização 21 de Maio de 2020. História
Fernando Pessoa photo
Fernando Pessoa931
poeta português 1888 - 1935

Citações relacionadas

Fernando Pessoa photo

„Considero a vida uma estalagem onde tenho que me demorar até que chegue a diligência do abismo.“

—  Fernando Pessoa poeta português 1888 - 1935

Bernardo Soares
Poemas e citações Ordenadas por Heterônimos, Bernardo Soares

Madeleine de Scudéry photo

„O amor é um não sei o que, que surge não sei de onde e acaba não sei como“

—  Madeleine de Scudéry 1607 - 1701

'L'amour est un je-ne-sais-où, et qui finit je-ne-sais-quand.
Madeleine de Scudéry citada em "Tout l'esprit français: dictionnaire humoristique"‎ - Página 29, de Jean Delacour - Publicado por A. Michel, 1974, ISBN 2226001174, 9782226001177 - 320 páginas

Raul Seixas photo

„Não sei onde eu tô indo, mas sei que eu tô no meu caminho.“

—  Raul Seixas cantor e compositor brasileiro 1945 - 1989

No Fundo do Quintal da Escola.

Jamelão (cantor) photo

„Não! Não sei onde você andou com essa boca!“

—  Jamelão (cantor) cantor brasileiro 1913 - 2008

Jamelão, o cantor mangueirense conhecido pelo mau humor; como citado em Revista Veja http://veja.abril.com.br/160604/vejaessa.html, Edição 1858 . 16 de junho de 2004

„Ah o amor… que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei porquê.“

—  Camões

Variante: Que dias há que na alma me tem posto
Um não sei quê, que nasce não sei onde,
Vem não sei como, e dói não sei porquê.

Luís Vaz de Camões photo

„[Ah o amor…] que nasce não sei onde,
Vem não sei como, e dói não sei porquê.“

—  Luís Vaz de Camões poeta português 1524 - 1580

Lyric poetry, Não pode tirar-me as esperanças

Rudyard Kipling photo

„Tenho seis regras que me ensinaram tudo o que sei: O quê?, Porquê?, Quando?, Como?, Onde?, e Quem?“

—  Rudyard Kipling 1865 - 1936

Variante: Tenho seis servos que me ensinaram tudo o que sei: O quê?, Porquê?, Quando?, Como?, Onde?, e Quem?

Salazar photo

„Sei muito bem o que quero, e para onde vou!“

—  Salazar Chefe de governo de Portugal 1889 - 1970

citado em "Salazar: estudo biográfico - Página 339; de Franco Nogueira - Publicado por Atlântida Editora, 1977

„A esperança perdida

Quem sou?
Não sei.
Talvez o vento
Levou o meu nome.
Só não sei pra onde.“

—  Valter Bitencourt Júnior

Toque de Acalanto: Poesias, Valter Bitencourt Júnior, Amazon/Clube de Autores, 2017, pág. 51, ISBN: 9781549710971.

„Esperança perdida

Quem sou?
Não sei.
Talvez o vento
Levou o meu nome.
Só não sei pra onde.“

—  Valter Bitencourt Júnior

Original: A esperança perdida, Toque de Acalanto: Poesias, Amazon/Clube de Autores, pág. 51, ISBN: 9781549710971.

Rudyard Kipling photo
Renato Russo photo
Raul Seixas photo

Tópicos relacionados