„Tolerância é paciência concentrada.“

Endurance is patience concentrated.
Thomas Carlyle citado em "Hout in alle tijden: Bossen, bomen en hout van thans; ontbossing en herbebossing; bomen en hout voor bijzondere doeleinden" - página 377, W. Boerhave Beekman - Æ.E. Kluwer, 1955

Última atualização 21 de Maio de 2020. História
Thomas Carlyle photo
Thomas Carlyle54
1795 - 1881

Citações relacionadas

Dalai Lama photo
Carlos Bernardo Gonzalez Pecotche photo
Erich Maria Remarque photo

„A tolerância é a filha da dúvida“

—  Erich Maria Remarque Escritor alemão 1898 - 1970

Fonte: "Arco de Triunfo"

Marqués de Sade photo

„A tolerância é a virtude do fraco.“

—  Marqués de Sade Aristocrata francês e escritor libertino 1740 - 1814

Jules Lemaître photo
Victor Hugo photo

„A tolerância é a melhor religião.“

—  Victor Hugo poeta, romancista e dramaturgo francês 1802 - 1885

citado em "Atitudes vencedoras" - Página 193, Carlos Hilsdorf - Senac, 2003, ISBN 8573593237, 9788573593235 - 277 páginas
Atribuídas

Helen Keller photo
Martha Medeiros photo
Paulo Coelho photo

„Tolerancia: “no se exaspera“

—  Paulo Coelho escritor e letrista brasileiro 1947

El Don Supremo

Edmund Burke photo

„A tolerância ou é boa para todos, ou não é boa para ninguém.“

—  Edmund Burke 1729 - 1797

Toleration is good for all, or it is good for none.
" The Works of the Right Honourable Edmund Burke http://books.google.com.br/books?id=E8MVAAAAYAAJ&pg=PA325&dq=Toleration+is+good+for+all,+or+it+is+good+for+none."; Por Edmund Burke; Publicado por Wells and Lilly, 1826, página 325

Carlos Drummond de Andrade photo
Mahátma Gándhí photo

„Tolerância não significa aceitar o que se tolera.“

—  Mahátma Gándhí líder político e religioso indiano 1869 - 1948

Camilo Castelo Branco photo
Gustave Flaubert photo
George Sand photo
Jean Rostand photo
Dalai Lama photo
Stanisław Jerzy Lec photo

„Você tem que ter muita paciência para aprender a ter paciência.“

—  Stanisław Jerzy Lec escritor polonês 1909 - 1966

Trzeba mieć dużo cierpliwości, by się jej nauczyć.
Myśli nieuczesane - página 47, Stanisław Jerzy Lec - Wydawnictwo Literackie, 1974 - 216 páginas