Frases do trabalho
O Anticristo

Friedrich NietzscheTítulo original Der Antichrist (Alemão, 1888)

O Anticristo é um livro do autor alemão Friedrich Nietzsche, escrito em 1888 e publicado em 1895. É considerado uma das mais ácidas críticas de Nietzsche ao cristianismo, célebre pela frase: "O Evangelho morreu na cruz". Seu título original em alemão, Der Antichrist, pode significar tanto "O Anticristo" quanto "O Anti-cristão". Ele não se baseou na figura bíblica do Anticristo.Nietzsche foca sua crítica na religião cristã. Ele faz diversos ataques tentando mostrar uma suposta deturpação por Paulo de Tarso e pelo catolicismo. Não obstante, critica também Lutero, sobre o qual afirma ter perdido a grande oportunidade de evitar a decadência alemã.Sobre o budismo, ele afirma ser a religião do nada, na figura de Buda, o que se abdicou de tudo o que era humano. Contudo, ele predica que o budismo é ruim, mas afirma que o cristianismo é um mal ainda pior, pois tenta elevar os chandala .


Friedrich Nietzsche photo
Friedrich Nietzsche photo

„A mulher foi o segundo erro de Deus.“

—  Friedrich Nietzsche, O Anticristo
O Anticristo, "O Anticristo e Ditirambos de Dionisio" - Página 58 http://books.google.com.br/books?id=T-ejkY_henAC&pg=PA58, Friedrich Nietzsche, tradução de Paulo César de Souza - Editora Companhia das Letras, 2007, ISBN 8535909621, 9788535909623 - 176 página

Publicidade
Friedrich Nietzsche photo
Friedrich Nietzsche photo

„Homens convictos são prisioneiros.“

—  Friedrich Nietzsche, O Anticristo
O Anticristo, Men of convictions are prisoners. The Antichrist - Página 153, Friedrich Wilhelm Nietzsche - A. A. Knopf, 1920 - 182 páginas

Friedrich Nietzsche photo

„A diferença fundamental entre as duas religiões da decadência: o budismo não promete, mas assegura. O cristianismo promete tudo, mas não cumpre nada.“

—  Friedrich Nietzsche, O Anticristo
O Anticristo, der Grundunterschied zwischen den beiden décadence-Religionen: der Buddhismus verspricht nicht, sondern hält, das Christentum verspricht alles, aber hält nichts. Nietzsche's werke ... - página 270, Friedrich Wilhelm Nietzsche - C.G. Naumann, 1899 Der Antichrist http://homes.rhein-zeitung.de/~ahipler/kritik/antichr3.htm

Friedrich Nietzsche photo

„A moral é o melhor de todos os expedientes para levar a humanidade pelo nariz.“

—  Friedrich Nietzsche, O Anticristo
O Anticristo, Morality is the best of all devices for leading mankind by the nose. The Anti-Christ - Página 74, Friedrich Wilhelm Nietzsche - Wilder Publications, 2008, ISBN 1604593261, 9781604593266 - 108 páginas