Frases de Ludwig Feuerbach

Ludwig Feuerbach photo
4   3

Ludwig Feuerbach

Data de nascimento: 28. Julho 1804
Data de falecimento: 13. Setembro 1872
Outros nomes: Ludwing Feuerbach

Ludwig Andreas Feuerbach foi um filósofo alemão. Feuerbach é reconhecido pelo ateísmo humanista e pela influência que o seu pensamento exerce sobre Karl Marx.

Abandonou os estudos de Teologia para tornar-se aluno do filósofo Hegel, durante dois anos, em Berlim. Em 1828, passa a estudar ciências naturais em Erlangen e dois anos depois publica anonimamente o primeiro livro, “Pensamentos sobre Morte e Imortalidade”. Nesse trabalho, ataca a ideia da imortalidade, sustentando que, após a morte, as qualidades humanas são absorvidas pela natureza. Escreve “Abelardo e Heloísa” , “Piere Bayle” e “Sobre Filosofia e Cristianismo” . Na primeira parte desta última obra, que influencia Marx, discute a "essência verdadeira ou antropológica da religião". Na segunda parte, analisa a "essência falsa ou teológica". De acordo com esta filosofia, a religião é uma forma de alienação que projeta os conceitos do ideal humano em um ser supremo. Ao atacar religiosos ortodoxos entre 1848 e 1849, anos de turbulência política, é considerado um herói por muitos revolucionários.

O seu posicionamento filosófico é uma transição entre o Idealismo Alemão, de uma parte e, de outra, o materialismo histórico de Marx e o materialismo cientificista da segunda metade do século XIX. Este posicionamento é caracterizado pela inflexão antropológica que Feuerbach imprime a algumas categorias herdadas de Hegel. Suas principais obras são: Da razão, una, universal, infinita ; Pensamentos sobre morte e imortalidade ; Sobre a crítica da filosofia positiva ; Crítica da filosofia hegeliana ; A essência do cristianismo ; Sobre a apreciação do escrito “A essência do cristianismo” ; Princípios da filosofia do futuro ; Teses provisórias para a reforma da filosofia ; Lutero como árbitro entre Strauss e Feuerbach ; A essência da religião ; Fragmentos para a caracterização de meu Curriculum vitae ; Preleções sobre a essência da religião e Teogonia .

Para Feuerbach, a alienação religiosa segue-se dentro de uma teoria teológica buscando a razão e a essência do homem no mundo, mas o homem é essencialmente antropológico na característica humana, pois adquire sentimentos e sensibilidade. É desta forma que Feuerbach observa a alienação decorrente em cada indivíduo que busca uma relação substancial entre Homem e Deus.

O que proporcionou esse pensamento de Feuerbach foi a influência da teoria de Hegel e, mais tarde, a teoria de Marx. Posteriormente, nessas duas linhas de pensamento, uma teórica, a outra prática, Feuerbach busca a fórmula do Homem vs. Deus vs. Religião.

Portanto, intermediar essas teorias não foi fácil para Feuerbach, pois a Alemanha passava por uma forte mudança cultural; daí a forte crítica ao seu pensamento. Dentro desse contexto histórico, observa-se a teoria de Feuerbach voltada para a “teoria”, e a teoria de Marx, onde a lógica é a prática. Porém, não é a teoria que busca a essência do homem, mas é na prática que os indivíduos se relacionam, afirma Marx mais tarde, com sua crítica a Feuerbach.

Faleceu em 13 de setembro de 1872. Encontra-se sepultado em Johannisfriedhof, Nuremberga, Baviera na Alemanha. A influência de Feuerbach depois de sua morte é notória. Filósofos como Enrique Dussel, Sigmund Freud, Guy Debord, Emil Cioran e René Girard são altamente influenciados por sua filosofia ateísta.

Citações Ludwig Feuerbach

„Sempre que a moralidade baseia-se na teologia, sempre que o correto torna-se dependente da autoridade divina, as coisas mais imorais, injustas e infames podem ser justificadas e estabelecidas.“

—  Ludwig Feuerbach

Whenever morality is based on theology, whenever right is made dependent on divine authority, the most immoral, unjust, infamous things can be justified and established
citado em "The Development of George Eliot's Ethical and Social Theories ..." - Página 11, de Ben Euwema - 1936 - 40 páginas
Verificadas

„The first philosophers were astronomers. The heavens remind man … that he is destined not merely to act, but also to contemplate.“

—  Ludwig Feuerbach, livro The Essence of Christianity

Introduction, Z. Hanfi, trans., in The Fiery Brook (1972), pp. 101-102
The Essence of Christianity (1841)

„I distinguish religion from theism,“

—  Ludwig Feuerbach

Lecture V, R. Manheim, trans. (1967), pp. 34-35
Lectures on the Essence of Religion http://www.marxists.org/reference/archive/feuerbach/works/lectures/index.htm (1851)
Contexto: Religion is indeed essential to or innate in man, but … this is not the religion of theology or theism, not an actual belief in God, but solely the religion that expresses nothing other than man’s feeling of finiteness and dependency on nature. … I distinguish religion from theism, the belief in a being distinct from nature and man. … Today theism, theology, the belief in God have become so identified with religion that to have no God, to theological being, is considered synonymous with having no religion. But here we deal with the original elements of religion. It is theism, theology, that has wrenched man out of his relationship with the world, isolated him, made him into an arrogant self-centered being who exalts himself above nature. And it is only on this level that religion becomes identified with theology, with the belief in a being outside and above nature as the true God. Originally religion expressed nothing other than man’s feeling that he is an inseparable part of nature or the world.

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„God did not, as the Bible says, make man in His image; on the contrary man, as I have shown in The Essence of Christianity, made God in his image.“

—  Ludwig Feuerbach

Lecture XX, see [Lectures on the Essence of Religion, Harper & Row, New York, 1967, 187, Transl. Ralph Manheim] German: [Vorlesungen über das Wesen der Religion, Wigand, Leipzig, 1851, 241]
Lectures on the Essence of Religion http://www.marxists.org/reference/archive/feuerbach/works/lectures/index.htm (1851)

„The present age… prefers the sign to the thing signified, the copy to the original, fancy to reality, the appearance to the essence… for in these days illusion only is sacred, truth profane.“

—  Ludwig Feuerbach, livro The Essence of Christianity

Aber freilich für diese Zeit, welche das Bild der Sache, die Kopie dem Original, die Vorstellung der Wirklichkeit, den Schein dem Wesen vorzieht … denn heilig ist ihr nur die Illusion, profan aber die Wahrheit.
Preface to Second Edition (1843)
The Essence of Christianity (1841)

„To theology, … only what it holds sacred is true, whereas to philosophy, only what holds true is sacred.“

—  Ludwig Feuerbach

Lecture II, R. Manheim, trans. (1967), p. 11
Lectures on the Essence of Religion http://www.marxists.org/reference/archive/feuerbach/works/lectures/index.htm (1851)

Autores parecidos

Hegel photo
Hegel37
professor académico alemão
Arthur Schopenhauer photo
Arthur Schopenhauer156
filósofo alemão
Friedrich Engels photo
Friedrich Engels9
Cientista social alemão , autor, teórico político e filósofo
Ludwig Van Beethoven photo
Ludwig Van Beethoven40
compositor alemão
Friedrich Nietzsche photo
Friedrich Nietzsche791
filósofo alemão do século XIX
Otto Von Bismarck photo
Otto Von Bismarck28
Político e chanceler alemão
Karl Marx photo
Karl Marx79
filósofo, economista e sociólogo alemão
Aniversários de hoje
Joseph Goebbels photo
Joseph Goebbels45
Ministro da Propaganda do Partido Nazista Alemão 1897 - 1945
Bob Ross photo
Bob Ross3
1942 - 1995
Georges Brassens photo
Georges Brassens1
1921 - 1981
Outros 40 aniversários hoje
Autores parecidos
Hegel photo
Hegel37
professor académico alemão
Arthur Schopenhauer photo
Arthur Schopenhauer156
filósofo alemão
Friedrich Engels photo
Friedrich Engels9
Cientista social alemão , autor, teórico político e filósofo
Ludwig Van Beethoven photo
Ludwig Van Beethoven40
compositor alemão
Friedrich Nietzsche photo
Friedrich Nietzsche791
filósofo alemão do século XIX