„Não existe verdadeira inteligência sem bondade.“

—  Ludwig Van Beethoven, Atribuídas, Ludwig van Beethoven citado em Citações da Cultura Universal - Página 274 http://books.google.com.br/books?id=adQWhMA1x0YC&pg=PA274, Alberto J. G. Villamarín - Editora AGE Ltda, 2002, ISBN 8574970891, 9788574970899, 574 páginas
Ludwig Van Beethoven photo
Ludwig Van Beethoven40
compositor alemão 1770 - 1827
Publicidade

Citações relacionadas

Liev Tolstói photo

„Não existe grandeza onde não há simplicidade, bondade e verdade.“

—  Liev Tolstói 1828 - 1910
Нет величия там, где нет простоты, добра и правды Полное собрание сочинений:, Volume 12 - página 169, Лев Толстой (граф) - Гос. изд-во худож. лит-ры, 1928

Publicidade
Martin Luther King Junior photo
Fernando Pessoa photo
Albert Einstein photo

„O verdadeiro sinal de inteligência não é o conhecimento, e sim a imaginação.“

—  Albert Einstein 1879 - 1955
Atribuídas, The true sign of intelligence is not knowledge, but imagination. The Gramophone - Volume 83 https://books.google.com.br/books?id=q9s4AQAAIAAJ, Edições 998-1000 - Página 3, C. Mackenzie, 2005

Martha Medeiros photo
Millôr Fernandes photo
Charlie Chaplin photo
 Dalai Lama photo
Sigmund Freud photo

„O filósofo é o homem mais desprovido que existe. Ele só dispõe da sua inteligência, nada mais.“

—  Mário Ferreira dos Santos Filósofo e Advogado Brasileiro 1907 - 1968
Hildebrando Paschoal, "Alguns pensamentos de Mário Ferreira dos Santos", Amazon editora, ASIN: B01MRRV8D0.

Eckhart Tolle photo

„A verdadeira inteligência trabalha em silêncio. É no silêncio em que a criatividade e a solução de problemas se encontram.“

—  Eckhart Tolle 1948
Wahre Intelligenz arbeitet im Stillen. Es ist die Stille , in der Kreativität und Problemlösungen zu finden sind no livro "Stille spricht" [O silêncio fala]

Paulo Coelho photo
George Eliot photo

„A primeira condição da bondade humana é a de que existe algo digno de amar; a segunda, algo para reverenciar.“

—  George Eliot 1819 - 1880
The first condition of human goodness is something to love; the second, something to reverence Novels of George Eliot: Scenes of Clerical Life and Silas Marner‎ - Página 255, de George Eliot - Publicado por Harper & brothers, 1903 - 497 páginas

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“