„Ganha-se sempre um novo brilho nos olhos quando alguém afirma através do casamento te considerar tão especial e importante a ponto de querer-te em todas as situações? e para sempre!“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Jean De La Fontaine photo
Bob Marley photo

„Enquanto a cor da pele dos homens valer mais do que o brilho dos olhos, sempre haverá guerra.“

—  Bob Marley foi um cantor, guitarrista (raggae) e compositor jamaicano famoso por popularizar o gênero 1945 - 1981

Until the color of a man's skin is of no more significance than the color of his eyes me say war.
Bob Marley, na música " War http://letras.terra.com.br/bob-marley/24571/traducao.html"

Gabriel García Márquez photo
Paulo Coelho photo
George Herbert photo
Martha Medeiros photo
Zig Ziglar photo
Nicolas Chamfort photo
Tati Bernardi photo
Tati Bernardi photo
Patrícia Poeta photo

„Manter a conversa sempre fluindo é tão importante como usar uma linda lingerie.“

—  Patrícia Poeta Jornalista brasileira 1976

como citado in Revista IstoÉ, edição 2093, de 22/12/2009

Julio Cortázar photo

„- "No combate entre um texto apaixonante e seu leitor, o romance ganha sempre por pontos, enquanto o conto deve ganhar por nocaute."“

—  Julio Cortázar 1914 - 1984

la novela gana siempre por puntos, mientras que el cuento debe ganar por knockout
"La casilla de los Morelli" - Página 138; de Julio Cortázar, Julio Ortega - Publicado por Tusquets, 1981 ISBN 8472230309, 9788472230309 - 153 páginas
Variante: No combate entre um texto apaixonante e seu leitor, o romance ganha sempre por pontos, enquanto o conto deve ganhar por nocaute.

Paulo Coelho photo

„Um Guerreiro da Luz sabe que ninguém ganha sempre, mas os corajosos sempre ganham no final.“

—  Paulo Coelho escritor e letrista brasileiro 1947

Variante: Ninguém ganha sempre, mas os corajosos sempre ganham no final.

Andy Warhol photo
John Green photo

„Isso sempre me pareceu tão ridículo, que as pessoas pudessem querer ficar com alguém só por causa da beleza. É como escolher o cereal de manhã pela cor, e não pelo sabor.“

—  John Green Escritor, empresário e vlogger norte-americano 1977

Margo Roth Spiegelman, p.47
Quem é Você, Alasca? (2005), Cidades de Papel (2008)

Nicolau Maquiavel photo

Tópicos relacionados