„A moral é filha da justiça e da consciência - é uma religião universal.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Carlos Ruiz Zafón photo
Ramón De Campoamor Y Campoosorio photo
Remy de Gourmont photo
Joaquim Nabuco photo

„Querer fundar uma religião é o mesmo que querer criar uma língua universal“

—  Joaquim Nabuco Político, escritor e diplomata brasileiro 1849 - 1910

Obras completas: Pensamentos soltos. [French and Portuguese text] Camões e ...‎ - Volume 10, Página 25, Joaquim Nabuco - Instituto Progresso Editorial, 1949
Frases, Pensamentos Soltos

Blaise Pascal photo
Marqués de Sade photo

„Todos os princípios morais universais são puras fantasias.“

—  Marqués de Sade Aristocrata francês e escritor libertino 1740 - 1814

Blaise Pascal photo

„Só existe uma Raça, a Raça Universal dos filhos de Deus.“

—  José de Paiva Netto Escritor, radialista, educador brasileiro e atual presidente da Legião da Boa Vontade 1941

José de Paiva Netto, no artigo http://www.paivanetto.com.br/index.php/pt/artigo?cm=55023&cs=28 "O Libertador Divino"

Fernando Pessoa photo
Alain Touraine photo

„Espero ver dona Ruth. Ela é a consciência moral e ética do presidente.“

—  Alain Touraine 1925

Fonte: Revista Veja http://veja.abril.com.br/170997/p_013.html

Blaise Pascal photo

„O melhor livro de moral é a nossa consciência. Temos que consultá-lo muito frequentemente.“

—  Blaise Pascal 1623 - 1662

Variante: O melhor livro de moral é a nossa consciência. Temos que consultá-lo muito freqüentemente.

Marie von Ebner-Eschenbach photo
Émile-Auguste Chartier photo
George Bush photo
Jean Jacques Rousseau photo

„Há no fundo das almas um princípio inato de justiça e de virtude, com o qual nós julgávamos as nossas ações e as dos outros como boas ou más; e é a este princípio que dou o nome de consciência.“

—  Jean Jacques Rousseau, livro Emílio, ou Da Educação

Il est donc au fond des âmes un principe inné de justice et de vertu, sur lequel, malgré nos propres maximes, nous jugeons nos actions et celles d'autrui comme bonnes ou mauvaises, et c'est à ce principe que je donne le nom de conscience.
Émile: ou de l'education - Volume 2, Página 350 http://books.google.com.br/books?id=-hAWAAAAYAAJ&pg=PA350, Jean-Jacques Rousseau - Bélin, 1792
Emile

Tópicos relacionados