„Sou um homem e errei; não há nada de surpreendente.“

—  Menandro

Última atualização 18 de Abril de 2020. História
Tópicos
nada, homens, homem
Menandro photo
Menandro23
autor grego da comédia nova -342 - -291 a.C.
Editar

Citações relacionadas

Octavio Paz photo

„Nada em sua vida é surpreendente -- nada, exceto seus poemas.“

—  Octavio Paz 1914 - 1998

Se referindo a Fernando Pessoa; citado em O pensamento vivo de Fernando Pessoa - página 64, Fernando Pessoa, Martin Claret, Cristina Fonseca - M. Claret Editores, 1986 - 110 páginas

Fiódor Dostoiévski photo

„o homem mais sério pode fazer as perguntas mais surpreendentes.“

—  Fiódor Dostoiévski escritor russo 1821 - 1881

Notas do Subterrâneo ou Memórias do subsolo, Os Demônios ou Os Possessos

Jorge Luis Borges photo

„De todos os instrumentos do homem, o mais surpreendente é, sem dúvida nenhuma, o livro.“

—  Jorge Luis Borges escritor argentino 1899 - 1986

de los diversos instrumentos del hombre, el más asombroso es, sin duda, el libro
Universidad de Belgrano, em maio de 1978
Traduzido de Borges Oral, Obras Completas IV. www.olivro.com http://www.olivro.com.
citado em "Jorge Luis Borges: La biblioteca, símbolo y figura del Universo"; Por Angel Nogueira Dobarro; publicado por Anthropos Editorial, 2004; ISBN 847658640X, 9788476586402; 189 páginas; books.google http://books.google.com/books?id=pi8aCEZxoX4C&pg=PA69&dq=De+todos+los+instrumentos+del+hombre,+el+m%C3%A1s+asombroso+es,+sin+duda,+el+libro&lr=&as_brr=3&ei=0NH0SK7dNom6zATdh6mKCA&client=firefox-a&hl=pt-BR&sig=ACfU3U2yTbXYAGpgHYy-SJ6oRozvNtByhw, página 69

George Orwell photo

„Antes do homem, não havia nada. Depois do homem, se por acaso acabasse, nada haveria. Fora do homem não há nada.“

—  George Orwell escritor e jornalista britânico 1903 - 1950

1984, George Orwell, Companhia Editora Nacional, 2005. p. 253.
1984

Ricardo Araújo Pereira photo

„O homem era, nada mais nada menos, do que fulano assim assim.“

—  Ricardo Araújo Pereira 1974

" Encontro de Marleys ", Mixórdia de Temáticas 18-06-2012

Friedrich Nietzsche photo

„O homem (…) preferiria ainda querer o nada a nada querer…“

—  Friedrich Nietzsche filósofo alemão do século XIX 1844 - 1900

Terceira dissertação - § 28 https://books.google.com.br/books?id=TVi29FH1Ou8C&pg=PT52&dq=genealogia+da+moral+Terceira+Disserta%C3%A7%C3%A3o&hl=pt-BR&sa=X&ei=ADQ1VZbkCMaKsQSwgoCQAQ&ved=0CCYQ6AEwAA#v=snippet&q=genealogia%20da%20moral%20%20%22%22O%20homem%20preferir%C3%A1%20ainda%20querer%20o%20anda%20a%20nada%20querer%22&f=false
Genealogia da Moral

Syang photo
Cazuza photo
Tati Bernardi photo
Ralph Waldo Emerson photo

„Nós não contamos os anos de um homem até que ele nada tenha a contar.“

—  Ralph Waldo Emerson 1803 - 1882

We do not count a man's years until he has nothing else to count.
The journals and miscellaneous notebooks of Ralph Waldo Emerson - Página 361 http://books.google.com.br/books?id=TVMYpcZEx1UC&pg=PA361, Ralph Waldo Emerson, A. W. Plumstead, Harrison Hayford - Harvard University Press, 1969, ISBN 0674484576, 9780674484573 - 600 páginas

Georges Duhamel photo
John Webster photo
Paul Claudel photo

„Cético é o homem que não desconfia de nada.“

—  Paul Claudel 1868 - 1955

Fonte: Revista Caras, edição 687. 5 de Janeiro de 2007

Henry Louis Mencken photo

Tópicos relacionados