„Louvam minha liberalidade, mas não sei por quê.“

Diários

Última atualização 21 de Maio de 2020. História
Tópicos
seis, idade
Pedro II do Brasil photo
Pedro II do Brasil10
Segundo Imperador do Brasil 1825 - 1891

Citações relacionadas

Rudyard Kipling photo

„Tenho seis regras que me ensinaram tudo o que sei: O quê?, Porquê?, Quando?, Como?, Onde?, e Quem?“

—  Rudyard Kipling 1865 - 1936

Variante: Tenho seis servos que me ensinaram tudo o que sei: O quê?, Porquê?, Quando?, Como?, Onde?, e Quem?

Ricardo Araújo Pereira photo

„Ah, e tal, eles nunca hão de conseguir fazer não sei quê a nós.“

—  Ricardo Araújo Pereira 1974

" As experiências do Ricardo no "éter" ", Mixórdia de Temáticas 21-05-2014

Clarice Lispector photo
Catulo photo

„Odeio e amo. Talvez me perguntes por quê? Não sei mas sinto que é assim, e sofro.“

—  Catulo -84 - -54 a.C.

Fonte: Não Perca O Seu Latim; Rónai, Paulo; 6ª edição

Fernando Pessoa photo

„Pouco me importa.
Pouco me importa o quê?
Não sei: pouco me importa.“

—  Fernando Pessoa poeta português 1888 - 1935

Poemas completos de Alberto Caeiro

Miguel de Cervantes photo

„A liberalidade é uma das mais agradáveis virtudes de quem ganha fama de a ter.“

—  Miguel de Cervantes 1547 - 1616

la liberalidad es una de las más agradables virtudes, de quien se engendra la buena fama
Historia de los trabajos de Persiles y Sigismunda - Página 152 https://books.google.com.br/books?id=8QB3-FrWTNoC&pg=PA152, Miguel de Cervantes Saavedra - Juan Nadal, 1768

Mário Quintana photo

„Naquele dia fazia um azul tão límpido, meu Deus, que eu me sentia perdoado pra sempre não sei de quê.“

—  Mário Quintana Escritor brasileiro 1906 - 1994

Variante: Naquele dia, fazia um azul tão límpido, meu Deus, que eu me sentia perdoado pra sempre. Nem sei de quê.

Johnny Depp photo
Clarice Lispector photo
Clarice Lispector photo
Ayrton Senna photo

„Deus é o dono de tudo. Devo a Ele a oportunidade que tive de chegar aonde cheguei. Muitas pessoas têm essa capacidade, mas não têm essa oportunidade. Ele a deu para mim, não sei por quê. Sei que não posso desperdiçá-la.“

—  Ayrton Senna piloto brasileiro de Fórmula 1 1960 - 1994

entrevista Boletim Salesiano, n. 3, maio-junho/1994, conforme citado em "Agora e na hora: ritos de passagem à eternidade" - página 143 http://books.google.com.br/books?id=CEHEvbguvKUC&pg=PA143, Evaristo Eduardo de Miranda https://pt.wikipedia.org/wiki/Evaristo_de_Miranda, Edicoes Loyola, 1996, ISBN 8515014394, 9788515014392, 174 páginas
Atribuídas

Projota photo
Slash photo
Tati Bernardi photo

Tópicos relacionados