„A nossa pálida razão esconde-nos o infinito.“

—  Rimbaud

Notre pale raison nous cache I'infini!
Rimbaud Complete‎ - Página 557, de Arthur Rimbaud, Wyatt Mason, Wyatt Alexander Mason - Publicado por Modern Library, 2002 ISBN 0679642307, 9780679642305 - 601 páginas

Obtido da Wikiquote. Última atualização 21 de Maio de 2020. História
Tópicos
infinito, razão
Rimbaud photo
Rimbaud28
1854 - 1891

Citações relacionadas

Jim Morrison photo
Dante Alighieri photo

„Louco é quem espera que a nossa razão
possa percorrer a infinita via
que tem uma substância em três pessoas.“

—  Dante Alighieri italiano autor da epopéia, A divina comédia, considerado um entre os maiores poetas de todos os tempos; sua obra teve g… 1265 - 1321

Carlos Drummond de Andrade photo
Voltaire photo

„Os infinitamente pequenos têm um orgulho infinitamente grande.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

Friedrich Dürrenmatt photo
Cecília Meireles photo

„CRONISTA ENAMORADO DO SAGÜIMO
sagüim é um animalzinho assaz bonito:
é mesmo o mais bonito de todos, pela selva;
anda nas árvores, esconde-se, espia, foge depressa
e há deles, na terra viçosa, número infinito.(…)“

—  Cecília Meireles 1901 - 1964

"Crônica trovada da cidade de Sam Sebastiam: no quarto centenário da sua fundação pelo Capitam-mor Estácio de Saa‎" - Página 52, Cecília Meireles - Livraria José Olympio editôra, 1965 - 83 páginas

Lygia Fagundes Telles photo
Vinícius de Moraes photo
Anaxagorás photo

„Todas as coisas estavam juntas, infinitas em número e em pequenez, pois o pequeno também era infinito.“

—  Anaxagorás -500 - -428 a.C.

Frag. B 1, citado no início de filosofia grega de John Burnet, (1920), Capítulo 6.

Blaise Pascal photo
Henri Dominique Lacordaire photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
William Blake photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
John Maynard Keynes photo
Clarice Lispector photo

„Nosso inconsciente é infinito.“

—  Clarice Lispector Escritora ucraniano-brasileira 1920 - 1977

„Infinitamente belo, insuportavelmente efêmero.“

—  Rubem Alves psicanalista, educador, teólogo e escritor brasileiro 1933 - 2014

Michail Bakunin photo
Ramón De Campoamor Y Campoosorio photo

Tópicos relacionados