„E lá ficaram, mas não tão entregues como durante a noite. Ela buscava algo e ele buscava algo, ambos furiosos, fazendo caretas; enterrando a cabeça um no peito do outro eles se buscavam e seus abraços e seus corpos arqueados não os faziam esquecer, mas lembrar-se da obrigação de continuar buscando; como os cães raspam desesperadamente o chão, eles raspavam os seus corpos e, desamparados, decepcionados, para alcançar ainda uma última felicidade, eles às vezes passavam a larga língua sobre o roso do outro. Só o cansaço os acalmava e os tornava mutuamente gratos.“

— Franz Kafka

Publicidade

Citações relacionadas

José Saramago foto
Publicidade
Robert Baden-Powell foto
Mia Couto foto
Ralph Waldo Emerson foto
 Heráclito foto
 Platão foto
Jean Cocteau foto
Publicidade
Cora Coralina foto
Leonhard Euler foto
Publicidade
Caetano Veloso foto
Allan Kardec foto
Kito Aya foto
Próximo