„E se não choras, do que costumas chorar?“

"Se não choras, que pena há que te doa?"
A Divina Comédia - Inferno - Canto XXXIII http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/inferno.html#I33 - 42 (tradução de José Pedro Xavier Pinheiro)

Obtido da Wikiquote. Última atualização 21 de Maio de 2020. História
Tópicos
costume, choro
Dante Alighieri photo
Dante Alighieri75
italiano autor da epopéia, A divina comédia, considerado um… 1265 - 1321

Citações relacionadas

Joyce Carol Oates photo
Ivete Sangalo photo

„Oxente, e você chora por isso? Você deveria chorar era se eu fosse feia [risos na multidão].“

—  Ivete Sangalo cantora, compositora, instrumentista, atriz, apresentadora e empresária brasileira 1972

Ivete Sangalo perguntando a uma fã no aeroporto de Vitória, em 2006, o porquê de ela estar chorando compulsivamente ao vê-la (a fã havia dito: "É porque você é muito bonita.").

„Saudade é um choro de quem tem por quem chorar, a companhia interior de quem se sente só, por fora.“

—  João Morgado escritor português 1965

Fonte: Diário dos Imperfeitos

Tati Bernardi photo
Carlos Drummond de Andrade photo

„Um dia eu separo um tempinho e ponho em dia todos os choros que não tenho tido tempo de chorar“

—  Carlos Drummond de Andrade Poeta brasileiro 1902 - 1987

carece de fontes
Sem referencial bibliográfico

Mário Quintana photo
Martha Medeiros photo
Lygia Fagundes Telles photo
August Strindberg photo
Leo Buscaglia photo
Chico Xavier photo
Anne Rice photo
Tati Bernardi photo

„Primeiro as pessoas fazem seus costumes, depois seus costumes as fazem.“

—  Johnny De' Carli

reiki universal, Johnny de' Carli, citações, costumes

John Green photo
Anatole France photo
Chico Xavier photo

„O choro que vive na preguiça, esquece do trabalho, não é mais choro, é perturbação.“

—  Chico Xavier Médium brasileiro 1910 - 2002

BACCELLI, Carlos. Chico Xavier, à sombra do abacateiro. São Paulo: IDEAL, 2002, p. 61

Paolo Mantegazza photo
Spinoza photo

„Não chore, não ria, mas compreenda.“

—  Spinoza Filósofo Holandês 1632 - 1677

nicht zu weinen und nicht zu lachen, sondern zu verstehen
Spinoza: dreihundert Jahre Ewigkeit‎ - Página 120 http://books.google.com.br/books?id=1aHRAAAAMAAJ&q=benedictus+de+spinoza+nicht+zu+weinen+und+nicht+zu+lachen,+sondern+zu+verstehen&dq=benedictus+de+spinoza+nicht+zu+weinen+und+nicht+zu+lachen,+sondern+zu+verstehen&hl=pt-BR&sa=X&ei=SHFXVOXhK8f7sATZ34LICA&ved=0CB0Q6wEwAA, Benedictus de Spinoza - Martinus Nijhoff, 1962 - 205 páginas

Tópicos relacionados