Frases de Joyce Carol Oates

Joyce Carol Oates foto

5   0

Joyce Carol Oates

Data de nascimento: 16. Junho 1938

Joyce Carol Oates, também conhecida pelas suas iniciais "JCO" 16 de junho de 1938, é uma escritora norte-americana. É autora de algumas das obras de literatura mais significativas da atualidade. Agraciada com os prêmios norte-americanos National Book Award e o The Pen/Malamud Award for Excelllence in Shoort Fiction, é membro da Academia Americana de Artes e Letras e titular de cátedra na Universidade de Princeton, Nova Jersey, onde leciona desde 1978.

É tida por vezes como uma das personalidades favoritas ao prémio Nobel da Literatura, surgindo em diversas listas de finalistas veiculadas pela imprensa.

Oates publicou o seu primeiro livro em 1963 e desde então mais de quarenta livros, entre eles novelas e peças de teatro, e muitos volumes de pequenos contos, poesia e ensaio não ficcional. Foi muito premiada pela sua escrita, tendo vencido o National Book Award, pela sua novela them , dois prémios O. Henry, e uma National Humanities Medal. As suas obras de ficção Black Water , What I Lived For , e Blonde foram nomeadas para o Prémio Pulitzer.

Oates é professora na Princeton University desde 1978 e é presentemente a docente número 52 da cátedra Roger S. Berlind em humanidades, no programa de escrita criativa. Espera jubilar-se em 2014.


„Se você não quer correr o risco. Talvez seja melhor não jogar nada.“ Little Bird of Heaven

„Você pode fingir ser quase tudo que não é, há pouquíssimas coisas que de fato se pode ser.“ Little Bird of Heaven


„Mulheres eram especialistas em chorar, assim como os homens eram humilhados e impedidos de chorar. Mulheres eram purificadas pelo choro, assim como os homens eram maculados e manchados pelo choro.“ Little Bird of Heaven

„Como isso acontece, você gosta tanto de alguém — ama alguém, talvez — e depois, não muito tempo depois, o que sente é ódio? Um ódio horrível e funesto? Um ódio de vontade de matar? Por quê?“ Little Bird of Heaven

„Ela passava por inteligente. Mas o que fazer da inteligência, como servir-se dela?.“

„I never change, I simply become more myself.“ Solstice

„Reading is the sole means by which we slip, involuntarily, often helplessly, into another's skin, another's voice, another's soul.“

„The best revenge is living well without you.“


„The worst thing: to give yourself away in exchange for not enough love.“

„Loneliness is like starvation: you don't realize how hungry you are until you begin to eat.“ Faithless

„The strangeness of Time. Not in its passing, which can seem infinite, like a tunnel whose end you can't see, whose beginning you've forgotten, but in the sudden realization that something finite, has passed, and is irretrievable.“ Foxfire: Confessions of a Girl Gang

„See, people come into your life for a reason. They might not know it themselves, why. You might not know it. But there's a reason. There has to be“ After the Wreck, I Picked Myself Up, Spread My Wings, and Flew Away


„In love there are two things - bodies and words.“

„He was ugly, himself. Weird-ugly. But ugliness in a man doesn't matter, much. Ugliness in a woman is her life.“ Faithless

„A daydreamer is prepared for most things.“

„My belief is that art should not be comforting; for comfort, we have mass entertainment and one another. Art should provoke, disturb, arouse our emotions, expand our sympathies in directions we may not anticipate and may not even wish.“

Autores parecidos