„Para um poeta, o silêncio é uma resposta aceitável, até mesmo um elogio.“

—  Colette

To a poet, silence is an acceptable response, even a flattering one.
"Earthly Paradise" - página 443, Colette - Farrar, Straus & Giroux, 1970, ISBN 0374634009, 9780374634001 - 505 páginas

Última atualização 21 de Maio de 2020. História
Colette photo
Colette23
1873 - 1954

Citações relacionadas

Ben Jonson photo

„A melhor resposta às calúnias é o silêncio.“

—  Ben Jonson, Volpone

citado em "Com a Corda Toda - Auto-estima E Qualidade de Vida‎" - Página 157, de KARIM KHOURY - Senac, 2004, ISBN 8573593032, 9788573593037 - 244 páginas
Calumnies are answered best with silence.
Volpone (1606), Act II, scene ii

Woody Allen photo

„Talvez os poetas estejam certos. Talvez o amor seja a única resposta.“

—  Woody Allen cineasta, roteirista, escritor, ator e músico norte-americano 1935

Saint-john Perse photo

„À pergunta habitual: Por que é que escreve?, a resposta do poeta será sempre a mais curta:Para viver melhor.“

—  Saint-john Perse 1887 - 1975

A la question toujours posée: «Pourquoi écrivez-vous?», la réponse du Poète sera toujours la plus brève: «Pour mieux vivre»
Œuvres complètes: par Saint-John Perse‎ - Página 564, de Saint-John Perse - Publicado por Gallimard, 1972 - 1415 páginas

George Washington photo
Samuel Johnson photo

„Aquele que elogia a todos, a ninguém elogia.“

—  Samuel Johnson 1709 - 1784

He who praises everybody, praises nobody.
citado em "The World's Greatest Wacky One-Line Jokes" - página 88 - Bob Phillips - Harvest House Publishers, 2005, ISBN 0736914269, 9780736914260 - 124 páginas

Mário Quintana photo
Benito Mussolini photo

„Silêncio é a unica resposta que deves dar aos tolos. Porque onde a ignorância fala a inteligência não dá palpites!“

—  Benito Mussolini político italiano 1883 - 1945

Citado em "The Book of Italian Wisdom" - página 87, Antonio Santi, Citadel Press, 2003.
Atribuídas

„Ronaldinho Gaúcho é prisioneiro dos elogios.“

—  Pedro Bial Apresentador de TV, jornalista, escritor, cineasta e poeta brasileiro 1958

Veja, edição 1963.

Xenofonte photo

„O som mais doce de todos é o elogio.“

—  Xenofonte, livro Hiero

Hiero, ch. 3, trans. Richard Graves (The Whole Works of Xenophon (1832) p. 626).

John Ronald Reuel Tolkien photo
Paulo Leminski photo

Tópicos relacionados