Frases de Muammar al-Gaddafi página 2

Muammar al-Gaddafi foto
0  0

Muammar al-Gaddafi

Data de nascimento: 19. Junho 1942
Data de falecimento: 20. Outubro 2011

Publicidade

Muammar Mohammed Abu Minyar al-Gaddafi foi um militar, político, ideólogo e ditador líbio, sendo o de facto chefe de estado do seu país entre 1969 e 2011.Gaddafi chegou ao poder em 1969, sem derramar sangue, por meio de um golpe de estado e assumiu a função formal de Chefe da Nação até 1977, quando renunciou a liderança do chamado Conselho do Comando Revolucionário da Líbia e alegou apenas ser uma figura simbólica do governo. Seus críticos dizem que ele agia como um autocrata ou um demagogo, apesar do antigo governo líbio dizer que ele não detinha qualquer poder e o próprio Gaddafi tentava passar a imagem de um estadista-filósofo. Após Gaddafi renunciar o cargo, ele ficou conhecido como o "Irmão Líder e Chefe da Grande Revolução de Jamahiriya Popular Socialista da Líbia" ou "líder Fraternal e chefe da revolução"; em 2008, durante um encontro de líderes africanos, alguns destes o chamaram de "Rei dos Reis".Depois de chegar ao poder em 1969, ele aboliu a Constituição Líbia de 1951 e estabeleceu políticas alinhadas com sua ideologia chamada de "Terceira Teoria Internacional" que foram publicadas em seu trabalho intitulado Livro Verde. Depois de estabelecer a jamahiriya em 1977, ele assumiu uma figura simbólica e representativa no governo, apesar de que, de facto, o poder político total estava concentrado em sua pessoa, recaindo sobre ele a responsabilidade de fazer as políticas de Estado. Durante seu governo, a Líbia experimentou alguns períodos de forte crescimento econômico, por muito abalado pelas sanções impostas por países ocidentais contra seu governo. Devido as enormes rendas provenientes do petróleo, Gaddafi pôde sustentar vários programas sociais que acabaram por dar a Líbia o maior Índice de Desenvolvimento Humano do continente africano, além de aumentar a participação das mulheres na vida pública e de dar mais direitos aos negros. Durante seu governo, a Líbia teve a menor dívida pública do mundo. Apesar dos períodos de crescimento econômico e dos avanços nas áreas sociais, os criticos do seu regime alegavam que Gaddafi concentrava boa parte das riquezas do seu país em sua própria mão, tendo uma fortuna pessoal estimada em 200 bilhões de dólares, enquanto boa parte da população do país vivia na pobreza. Muitos dos negócios e empresas líbias estavam supostamente sob controle direto de Gaddafi e de membros de sua família. Na década de 1980, ele participou de vários conflitos armados e assumidamente adquiriu armas químicas. Em resposta, a comunidade internacional lançou várias sanções contra a Líbia.Seis dias após a captura de Saddam Hussein por tropas americanas em 2003, Gaddafi anunciou que seu Estado estava abrindo mão de todos os programas de construção de armas de destruição em massa e convidou inspetores internacionais para que verificassem que ele estava comprometido com isso. Em resposta, o governo Bush removeu a Líbia da lista de países que apoiavam o terrorismo. Logo em seguida, a ONU retirou as sanções impostas contra o país.Em fevereiro de 2011, frente a protestos pedindo sua derrocada do poder, Gaddafi respondeu aos manifestantes com violência, porém as manifestações contrárias ao seu governo se intensificaram. Então eclodiu no país uma violenta guerra civil, colocando em confronto forças leais e contrárias ao regime. Durante este conflito, Gaddafi foi acusado de cometer vários crimes contra a humanidade e um mandado de prisão foi expedido contra ele pela Corte Penal Internacional. Em agosto de 2011, tropas do Conselho Nacional de Transição atacaram e conquistaram a capital Trípoli colocando assim Gaddafi e seu governo em fuga. Em 20 de outubro, após 8 meses de guerra, o ex-líder foi morto em Sirte por simpatizantes do CNT.

Seus 42 anos de governo o fizeram o líder não monarquico há mais tempo no poder desde 1900, sendo também o líder árabe que mais tempo ficou no poder.

Citações Muammar al-Gaddafi

„What's wrong with the Spanish? Tell them they do not appreciate their own interests. Tell them we will recognize the Basques. Threaten them with this, and recognize Andalusia.“

— Muammar Gaddafi
Statement (5 April 2011), as quoted in "Libya on the Line: An interactive timeline Browse through a collection of conversations between Gaddafi, Saif al-Islam and other senior Libyan officials" at Aljazeera (11 May 2012)

Publicidade

„Africa is closer to me in every way than Iraq or Syria.“

— Muammar Gaddafi
Interview (2001), quoted in BBC News (6 February 2001) "Analysis: Gaddafi's revolution" by Gerald Butt

Publicidade

„I am not going to leave this land. I will die as a martyr at the end. I shall remain, defiant. Muammar is Leader of the Revolution until the end of time.“

— Muammar Gaddafi
Televised address to the nation, quoted in guardian.co.uk (22 February 2011) " Gaddafi urges violent showdown and tells Libya 'I'll die a martyr' http://www.guardian.co.uk/world/2011/feb/22/muammar-gaddafi-urges-violent-showdown?INTCMP=ILCNETTXT3487" by Ian Black

„I am an international leader, the dean of the Arab rulers, the king of kings of Africa and the imam of Muslims, and my international status does not allow me to descend to a lower level.“

— Muammar Gaddafi
Remarks after insulting King Abdullah of Saudi Arabia and having his microphone cut (30 March 2009), quoted in The Scotsman (31 March 2009) " Gaddafi walks out of summit after attack on Saudi king http://news.scotsman.com/world/Gaddafi-walks-out-of-summit.5123610.jp" by Salah Nasrawi

„There is no state with a democracy except Libya on the whole planet.“

— Muammar Gaddafi
Video lecture at Columbia University (23 March 2006), quoted in BBC News (23 March 2006) "Gaddafi gives lesson on democracy"

Publicidade

„The black people’s struggle has vanquished racism. It was God who created colour. Today Obama, a son of Kenya, a son of Africa, has made it in the United States of America.“

— Muammar Gaddafi
Closing remarks at the African Union summit (4 February 2009), quoted in RFI English (4 February 2009) " Kadhafi closes AU summit, division over plans for 'United States of Africa' http://www.rfi.fr/actuen/articles/110/article_2801.asp" by Zeenat Hansrod

„Reagan is mad. If he were here, I would tell him the truth about us. He hears about us only through hostile sources.“

— Muammar Gaddafi
Remarks quoted in The Pittsburgh Press (3 August 1986) "Gadhafi, the man the world loves to hate" by Marie Colvin (UPI)

„During my term in AU, I will initiate an organised compensation claim for Africa and I will fight for a greater voice for Africa in the United Nations Security Council. If they do not want to live with us fairly, it is our planet and they can go to another planet.“

— Muammar Gaddafi
Remarks at African Union headquarters, quoted in Daily Nation (5 February 2009) " Gaddafi defends Somali pirates http://www.nation.co.ke/News/africa/-/1066/525348/-/13rtrgiz/-/index.html" by Argaw Ahine

Próximo
Aniversários de hoje
Tatiana Belinky1
1919 - 2013
Lykke Li foto
Lykke Li1
1986
Erich Fromm foto
Erich Fromm31
1900 - 1980
Outros 61 aniversários hoje
Autores parecidos
Julio César foto
Julio César22
Consul Vitalício romano/Ditador romano