Frases de Boécio

 Boécio photo
5  0

Boécio

Data de nascimento: 480
Outros nomes: Boëthius,Anicius Boethius,Аниций Манлий Торкват Северин Боэций,Anicius Manlius Torquatus Severinus Boethius

Publicidade

Anício Mânlio Torquato Severino Boécio , mais conhecido simplesmente por Boécio, foi um filósofo, estadista e teólogo romano que se notabilizou pela sua tradução e comentário do Isagoge de Porfírio, obra que se transformou num dos textos mais influentes da Filosofia medieval europeia. Traduziu, comentou ou resumiu, entre outras obras dos clássicos gregos, para além do Isagoge de Porfírio e do Organon de Aristóteles, vários tratados sobre matemática, lógica e teologia. Notabilizou-se também como um dos teóricos da música da antiguidade clássica greco-latina, escrevendo a obra De institutione musica, também aparentemente com base em antigos escritos gregos. Sendo senador de Roma, no ano de 510 foi nomeado cônsul e em 520 foi elevado a chefe do governo e dos serviços da corte pelo rei ostrogótico Teodorico, o Grande . Pouco depois, devido a desacordos políticos e por ter apoiado um senador apontado pelo rei como traidor, foi ele próprio acusado de traição a favor do Império Bizantino e de magia, sendo subsequentemente torturado, condenado à morte e executado. Enquanto aguardava sob prisão a execução, escreveu De Consolatione Philosophiae , obra que versa, entre outros temas, o conceito de eternidade e na qual tenta demonstrar que a procura da sabedoria e do amor de Deus é a verdadeira fonte da felicidade humana. Membro de uma família ligada ao então nascente cristianismo, é considerado pela Igreja Católica Romana, pelo seu contributo para a teologia cristã e pelos serviços que prestou aos cristãos, um mártir e um dos Padres da Igreja.

Citações Boécio

Publicidade
Publicidade

„O happy race of mortals,
if your hearts are ruled
as is the universe, by Love!“

— Anicius Manlius Severinus Boethius
Poem VIII, lines 28-30; translation by W. V. Cooper Alternate translation: : How happy is mankind if the love that orders the stars above rules, too, in your hearts.

Publicidade

„For if vicious propensity is, as it were, a disease of the soul like bodily sickness, even as we account the sick in body by no means deserving of hate, but rather of pity, so, and much more, should they be pitied whose minds are assailed by wickedness, which is more frightful than any sickness.“

— Anicius Manlius Severinus Boethius
Prose IV; line 42; translation by H. R. James Alternate translation: For as faintness is a disease of the body, so is vice a sickness of the mind. Wherefore, since we judge those that have corporal infirmities to be rather worthy of compassion than of hatred, much more are they to be pitied, and not abhorred, whose minds are oppressed with wickedness, the greatest malady that may be.

Próximo