Frases de Jalal ad-Din Muhammad Rumi

Jalal ad-Din Muhammad Rumi photo
10   65

Jalal ad-Din Muhammad Rumi

Data de nascimento: 30. Setembro 1207
Data de falecimento: 17. Dezembro 1273
Outros nomes: Джалаладдин Руми, Džalál ad-Dín Rúmí

Maulana Jalaladim Maomé , também conhecido como Rumi de Bactro , ou ainda apenas Rumi ou Mevlana, , foi um poeta, jurista e teólogo sufi persa do século XIII. Seu nome significa literalmente "Majestade da Religião"; Jalal significa "majestade" e Din significa "religião". Rumi é, também, um nome descritivo cujo significado é "o romano", pois ele viveu grande parte da sua vida na Anatólia, que era parte do Império Bizantino dois séculos antes.Ele nasceu na então província persa de Bactro atualmente no Afeganistão. A região estava, nessa época, sob a esfera de influência da região de Coração e era parte do Império Corásmio. Viveu a maior parte de sua vida sob o Sultanato de Rum, no que é hoje a Turquia, onde produziu a maior parte de seus trabalhos e morreu em 1273 CE. Foi enterrado em Cônia e seu túmulo tornou-se um lugar de peregrinação. Após sua morte, seus seguidores e seu filho Sultan Walad fundaram a Ordem Sufi Mawlawīyah, também conhecida como ordem dos dervishes girantes, famosos por sua dança sufi conhecida como cerimônia sema.

Os trabalhos de Rumi foram escritos em novo persa. Uma renascença literária persa começou nas regiões de Sistão, Coração e Transoxiana e por volta do século X/XI, ela substituiu o árabe como língua literária e cultural no mundo islâmico persa. Embora os trabalhos de Rumi houvessem sido escritos em persa, a importância de Rumi transcendeu fronteiras étnicas e nacionais. Seus trabalhos originais são extensamente lidos em sua língua original em toda a região de fala persa. Traduções de seus trabalhos são bastante populares no sul da Ásia, em turco, árabe e nos países ocidentais. Sua poesia também tem influenciado a literatura persa bem como a literatura em urdu, bengali, árabe e turco. Seus poemas foram extensivamente traduzidos em várias das línguas do mundo e transpostos em vários formatos; A BBC o descreveu como o "poeta mais popular na América". Ele foi um contemporâneo mais jovem de Ibn Arabi e mais conhecido do que ele, apesar de ter escrito uma quantidade menor de obras, com pensamentos similares da poética da unicidade de Deus e do sufismo, mas não há evidências de que houve influenciação entre os dois pensadores. Wikipedia

Citações Jalal ad-Din Muhammad Rumi

„Morri como mineral e tornei-me planta, morri como planta e renasci como animal, morri como animal e fui Homem.“

—  Jalal ad-Din Muhammad Rumi

Citado em Multimind (1986) por Robert Ornstein - ISBN 978-1883536299"

„Let the beauty of what you love be what you do.“

—  Rumi

As quoted in Path for Greatness : Spiritualty at Work (2000) by Linda J. Ferguson, p. 51

„You were born with wings. Why prefer to crawl through life?“

—  Rumi

As quoted in Wisdom for the Soul : Five Millennia of Prescriptions for Spiritual Healing (2006) by Larry Chang, p. 26

„Come, come, whoever you are.
Wanderer, worshipper, lover of leaving — it doesn't matter,
Ours is not a caravan of despair.
Come, even if you have broken your vow a hundred times,
Come, come again, come.“

—  Rumi

As quoted in Sunbeams : A Book of Quotations (1990) by Sy Safransky, p. 67
Variant translations:
Come, come, whoever you are.
Wanderer, idolator, worshipper of fire, come even though you have broken your vows a thousand times,
Come, and come yet again. Ours is not a caravan of despair.
As quoted in Muslim Narratives and the Discourse of English (2004) by Amin Malak, p. 151
Come, come, whoever you are.
Wanderer, worshipper, lover of living, it doesn't matter
Ours is not a caravan of despair.
Come even if you have broken your vow a thousand times,
Come, yet again, come, come.
As quoted in Rumi and His Sufi Path of Love (2007) by M Fatih Citlak and Huseyin Bingul, p. 81
Come, come again, whoever you are, come!
Heathen, fire worshipper or idolatrous, come!
Come even if you broke your penitence a hundred times,
Ours is the portal of hope, come as you are.
As quoted in Turkey: A Primary Source Cultural Guide (2004) by Martha Kneib
This poem is wrongly considered to be Rumi's work, where it is actually from https://en.wikipedia.org/wiki/Ab%C5%AB-Sa%27%C4%ABd_Abul-KhayrAbū-Sa'īd Abul-Khayr. The original poem in Farsi is
باز آ باز آ هر آنچه هستی باز آ گر کافر و گبر و بت‌پرستی باز آ این درگه ما درگه نومیدی نیست صد بار اگر توبه شکستی باز آ http://ganjoor.net/abusaeed/robaee-aa/sh1/

„The beauty you see in me is a reflection of you.“

—  Rumi

Appears in Rewards of Passion (Sheer Poetry) (1981), "The Beauty"

Also attributed to Rumi (persian mystic and poet).
Rewards of Passion (Sheer Poetry) (1981)

„Good and bad are mixed. If you don't have both,
you don't belong with us.“

—  Rumi

Fonte: The Essential Rumi (1995), Ch. 19 : Jesus Poems
Contexto: The cure for pain is in the pain.
Good and bad are mixed. If you don't have both,
you don't belong with us.

Aniversários de hoje
José Martí photo
José Martí14
edicoes em lingua portugues 1853 - 1895
Malcolm X photo
Malcolm X20
1925 - 1965
Julius Evola photo
Julius Evola8
1898 - 1974
Pol Pot photo
Pol Pot7
1925 - 1998
Outros 61 aniversários hoje