Frases do livro
Estorvo

Estorvo é o primeiro romance de Chico Buarque, foi escrito no Rio de Janeiro, finalizado em Paris em 1990 e publicado em 7 agosto de 1991 pela editora Companhia das Letras.


Chico Buarque photo
Chico Buarque photo
Publicidade
Chico Buarque photo

„Vejo a multidão fechando todos os meus caminhos, mas a realidade é que sou eu o incômodo no caminho da multidão.“

—  Chico Buarque, livro Estorvo
Estorvo, Estorvo, Chico Buarque - Companhia das Letras, 1991, ISBN 8571641846, 9788571641846 - 141 páginas

Chico Buarque photo

„A curiosidade é mesmo feita do que já se conhece com a imaginação.“

—  Chico Buarque, livro Estorvo
Estorvo, Estorvo - página 58, Chico Buarque - Companhia das Letras, 1991, ISBN 8571641846, 9788571641846 - 141 páginas

Chico Buarque photo

„Porque nesses seis meses tudo o que falamos antes virou barulho, fica difícil retomar a conversa.“

—  Chico Buarque, livro Estorvo
Estorvo, Estorvo - página 36, Chico Buarque - Companhia das Letras, 1991, ISBN 8571641846, 9788571641846 - 141 páginas

Chico Buarque photo

„E ele me conhece o suficiente para saber que eu poderia até receber um estranho, mas nunca abriria a porta para alguém que de fato quisesse entrar.“

—  Chico Buarque, livro Estorvo
Estorvo, Estorvo - página 12, Chico Buarque - Companhia das Letras, 1991, ISBN 8571641846, 9788571641846 - 141 páginas