„Senti-me húmida como um aquário onde o seu dedo nadava como um peixe de águas quentes. E logo senti que era também um peixe de águas profundas, quando vagueou dentro de mim, vigoroso, conhecedor de caminhos.“

— João Morgado, In: Diário dos Infiéis

Publicidade

Citações relacionadas

Roberto Burle Marx photo
Nitiren Daishonin photo
Publicidade
Lao Tsé photo
Ernest Hemingway photo
David Bowie photo
Ludwig Börne photo
Henri Michaux photo
 Chuang-Tzu photo
Publicidade
 Epiteto photo
Pablo Neruda photo
Bernard Cornwell photo
Nitiren Daishonin photo
Publicidade
Bruce Lee photo
Charles Bukowski photo
Carlos Drummond de Andrade photo
Próximo