„O homem que não está disposto a morrer por uma causa não é digno de viver.“

Original

A man who does not have something for which he is willing to die is not fit to live.

Última atualização 18 de Dezembro de 2019. História
Martin Luther King Junior photo
Martin Luther King Junior97
líder do movimento dos direitos civis dos negros nos Estado… 1929 - 1968

Citações relacionadas

Martin Luther King Junior photo

„Quem não tem uma causa pela qual morrer não tem motivo para viver.“

—  Martin Luther King Junior líder do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos 1929 - 1968

J. D. Salinger photo
Martin Luther King Junior photo

„Um homem que não morreria por algo não é digno de viver.“

—  Martin Luther King Junior líder do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos 1929 - 1968

„Nunca se é homem enquanto não se encontra algo pela qual se estaria disposto a morrer.“

—  Sartre

Variante: Nunca se é homem enquanto se não encontra alguma coisa pela qual se estaria disposto a morrer.

J. D. Salinger photo
Martin Luther King Junior photo
Esopo photo
Michel De Montaigne photo

„Ensinar os homens a morrer é ensiná-los a viver.“

—  Michel De Montaigne, livro Ensaios

Ensaios, Livro I, Capítulo XX - "De como filosofar é aprender a morrer"
Ensaios, Livro 1

„Às vezes, é pela forma como morre que um homem mostra que era digno de viver.“

—  Francis Ponge 1899 - 1988

C'est par sa mort parfois, qu'un homme montre qu'il était digne de vivre
Tome premier‎ - Página 465, de Francis Ponge - Publicado por Gallimard, 1965 - 621 páginas

Tupac Shakur photo
Marco Aurelio photo
Martin Luther King Junior photo

„Se um homem não descobriu algo por que morrer, ele não está preparado para viver.“

—  Martin Luther King Junior líder do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos 1929 - 1968

Discurso em Detroit, Michigan (23/06/1963)

Jean de La Bruyere photo

„Para o homem, apenas há três acontecimentos: nascer, viver e morrer. Ele não sente o nascer, sofre ao morrer e esquece-se de viver.“

—  Jean de La Bruyere, livro Les Caractères ou les Mœurs de ce siècle

Il n'y a pour l'homme que trois événements : naître, vivre et mourir. Il ne se sent pas naître, il souffre à mourir, et il oublie de vivre.
Jean de La Bruyère in: Les Caractères, ou les mœurs de ce siècle, La Bruyère, éd. Estienne Michallet, 1696, - Les Caractères - De l'homme (veja wikisource, item 48 (IV))

José de Alencar photo
Umberto Eco photo

Tópicos relacionados