„O som do tambor dissipa pensamentos; por isso é instrumento eminentemente militar.“

Última atualização 17 de Setembro de 2021. História

Citações relacionadas

John Paul Jones photo
Barão de Itararé photo

„O tambor faz muito barulho, mas é vazio por dentro.“

—  Barão de Itararé 1895 - 1971

Máximas e mínimas do Barão de Itararé‎ - Página 423, de Aparício Torrelly, Afonso Félix de Sousa - Publicado por Record, 1985 - 187 páginas
Máximas e Mínimas

Norman Vincent Peale photo
Clarice Lispector photo
Fernando Pessoa photo
Georges Clemenceau photo

„A justiça militar está para a justiça como a música militar para a música.“

—  Georges Clemenceau político francês 1841 - 1929

Como citado no "The Unlawful Concert : An Account of the Presidio Mutiny Case" (1970) por Fred Gardner.
no francês basta adicionar "militar" em uma palavra para que ela perca o seu significado. Assim, a justiça militar não é justiça, a música não é música militar.

Groucho Marx photo

„Inteligência Militar é uma contradição em termos.“

—  Groucho Marx 1890 - 1977

Military intelligence is a contradiction in terms.
citado em "The seventies: problems and proposals" - página 232, Irving Howe, Michael Harrington - Harper & Row, 1972, ISBN 006011973X, 9780060119737 - 519 páginas
Atribuídas

Daniela Mercury photo

„O tambor vem vestido de chita, rasgando as sedas da burguesia“

—  Daniela Mercury cantora luso-brasileira 1964

poema no encarte do álbum Elétrica

Nélson Rodrigues photo

„O pior da bofetada é o som.“

—  Nélson Rodrigues escritor e dramaturgo brasileiro 1912 - 1980

Henry David Thoreau photo
Otto Von Bismarck photo
Júlio Dinis photo
Xenofonte photo

„O som mais doce de todos é o elogio.“

—  Xenofonte, livro Hiero

Hiero, ch. 3, trans. Richard Graves (The Whole Works of Xenophon (1832) p. 626).

David Levithan photo
Josef Stalin photo

„Mas quantas divisões militares tem o papa?“

—  Josef Stalin secretário geral do Partido Comunista da União Soviética 1879 - 1953

The Pope! How many divisions has he got?
Disse sarcasticamente a Pierre Laval, quando aconselhado a encorajar o catolicismo na União Soviética (13 de maio de 1935), como citado na " The Second World War http://books.google.com.br/books?id=e0_3Nrc8D0wC&pg=PA121&dq=The+Pope!+How+many+divisions+has+he+got%3F" [Segunda Guerra Mundial] (1948) por Winston Churchill vol. 1, ch. 1, cap. 8,

Tópicos relacionados