„Não existe meio mais seguro para fugir do mundo do que a arte, e não há forma mais segura de se unir a ele do que a arte.“

Última atualização 10 de Janeiro de 2021. História

Citações relacionadas

Oscar Wilde photo

„A arte é a forma mais intensa de individualismo que o mundo conhece.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

Variante: A arte é a mais intensa forma de individualismo que o mundo conhece.

André Malraux photo
György Lukács photo
Donald Trump photo

„Negócios são a minha forma de arte.“

—  Donald Trump político e empresário estadunidense, 45º presidente dos Estados Unidos da América 1946

Emil Mihai Cioran photo

„A arte de amar? Saber unir um temperamento de vampiro a discrição de uma anêmona.“

—  Emil Mihai Cioran 1911 - 1995

L'art d'aimer ? C'est savoir joindre à un tempérament de vampire la discrétion d'une anémone.
Syllogismes de l'amertume‎ - Página 133, Émile M. Cioran - Gallimard, 1952 - 184 páginas

Vladimir Mayakovsky photo

„Sem forma revolucionária não há arte revolucionária.“

—  Vladimir Mayakovsky 1893 - 1930

citado em "As metamorfoses de Oswald de Andrade" - página 67, Ensaio (São Paulo), Volume 79 de Coleção Ensaio, Latin American documents, Mário da Silva Brito, Conselho Estadual de Cultura, Comissão de Literatura, 1972, 134 páginas
Atribuídas

Friedrich Nietzsche photo
Bertolt Brecht photo

„De todas as coisas seguras,
a mais segura é a dúvida.“

—  Bertolt Brecht 1898 - 1956

Variante: De todas as coisas seguras, a mais segura é a dúvida.

Liev Tolstói photo
Giacomo Leopardi photo
Ferreira Gullar photo
Victor Hugo photo
Cesare Beccaria photo
Salvador De Madariaga photo
Umberto Eco photo
Clarice Lispector photo

„A arte é uma forma de crescimento para a liberdade, um caminho para a vida.“

—  Fayga Ostrower 1920 - 2001

Fayga Ostrower citada em Arte é o que eu e você chamamos arte - Página 42, de Frederico Morais - Publicado por Editora Record, 2002, ISBN 8501050024, 9788501050021

Adolf Loos photo

„O homem ama tudo o que serve à sua comodidade e odeia tudo aquilo que o incomoda e quer tirá-lo da posição segura que conseguiu. É por isso que ama a casa e odeia a arte.“

—  Adolf Loos 1870 - 1933

Der Mensch liebt alles, was seiner Bequemlichkeit dient. Er hasst alles, was ihn aus seiner gewonnenen und gesicherten Position reißen will und belästigt. Und so liebt er das Haus und hasst die Kunst
Sämtliche Schriften‎ - Volume 1, Página 315, Adolf Loos - Herold, 1962

Tópicos relacionados