„Se eu tivesse uma pena de ouro como a que tenho de prata, tirava sangue das veias para te escrever uma carta.“

Última atualização 18 de Janeiro de 2019. História

Citações relacionadas

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Gilbert Keith Chesterton photo
Papa Francisco photo

„Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo!“

—  Papa Francisco 266º papa da Igreja Católica 1936

Estadão. Confira a íntegra do primeiro discurso do papa Francisco no Brasil http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,confira-a-integra-do-primeiro-discurso-do-papa-francisco-no-brasil,1056167,0.htm. Acesso em 23 de julho de 2013.
Em visita ao Brasil em 22 de julho de 2013.
Como Papa

Bob Marley photo

„Não ganhe o mundo e perca sua alma; sabedoria é melhor que prata e ouro.“

—  Bob Marley foi um cantor, guitarrista (raggae) e compositor jamaicano famoso por popularizar o gênero 1945 - 1981

música: Zion Train http://www.cifras.com.br/traducao/bob-marley/zion-train

Khalil Gibran photo
Voltaire photo

„Escrevo-vos uma longa carta porque não tenho tempo de a escrever breve.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

Francesco Petrarca photo
Svetlana Alliluyeva photo
Carlos Drummond de Andrade photo
Cecília Meireles photo
Maomé photo

„A tinta da pena de um sábio é mais sagrada do que o sangue de um mártir.“

—  Maomé líder político árabe e fundador do Islão 570 - 632

Olavo Bilac photo

„Já está amanhecendo… dêem-me café, papel e pena… eu vou escrever…“

—  Olavo Bilac Jornalista, contista, cronista e poeta brasileiro. 1865 - 1918

momentos antes de morrer; citado em "Vida e poesia de Olavo Bilac", Fernando Jorge - Novo Século, 2007 - 348 páginas

Amado Nervo photo

„A liberdade costuma vir vestida de trapos; porém, mesmo assim, é muito bela, mais bela do que todas as moedas de ouro e prata.“

—  Amado Nervo 1870 - 1919

La libertad suele ir vestida de harapos; pero aun así, es muy bella, más bella que todas las libreas de oro y plata
El arquero divino‎ - Página 116, de Amado Nervo - Publicado por Espasa-Calpe Argentina, 1944 - 151 páginas

Paolo Mantegazza photo
Jules Verne photo
Hermann Hesse photo
Emily Brontë photo

Tópicos relacionados