„Não nos deixar cair em tentação, é o mesmo que dizer: Não nos deixar ver quem realmente somos.“

Última atualização 22 de Maio de 2021. História

Citações relacionadas

Barão de Itararé photo

„Vamos deixar como está para ver como eu fico.“

—  Barão de Itararé 1895 - 1971

Máximas e mínimas do Barão de Itararé‎ - Página 67, de Aparício Torrelly, Afonso Félix de Sousa - Publicado por Record, 1985 - 187 páginas
Máximas e Mínimas

André Malraux photo
Márcio Garcia photo

„É preciso se esforçar para não cair na tentação da infidelidade.“

—  Márcio Garcia 1970

quando estava prestes a se casar
Revista ISTO É, Edição 1736

Jim Morrison photo
Hans Vaihinger photo

„De qualquer maneira, temos de deixar para trás a opinião ingênua de que o que pensamos exista realmente.“

—  Hans Vaihinger professor académico alemão 1852 - 1933

A filosofia do como se, página 339, Hans Vaihinger; Tradução e apresentação de Johannes Kretschmer - Chapecó: Argos, 2011 - 723 páginas.
A Filosofia do como se (1911), Parte I

Martha Medeiros photo
Terry Pratchett photo
José Saramago photo
Bhaktivedanta Swami Prabhupada photo

„Quem se deixar guiar por Jesus Cristo certamente obterá a libertação. Mas é muito difícil encontrar um homem que esteja realmente sendo orientado por Jesus Cristo.“

—  Bhaktivedanta Swami Prabhupada 1896 - 1977

Actually, one who is guided by Jesus Christ will certainly get liberation. But it is very hard to find a man who is actually being guided by Jesus Christ.
citado em "Krishna meets Jesus: A. C. Bhaktivedanta Swami Srila Prabhupada's Interpretations and Conclusions about Christianity", página 57 http://books.google.com.br/books?id=7hxBlYmPOHgC&pg=PA57; Por Peter Schmidt; Publicado por BoD – Books on Demand, 2002; ISBN 3831135703, 9783831135707; 184 páginas

José Saramago photo
William Shakespeare photo
Italo Calvino photo
Robert Louis Stevenson photo
Vergílio Ferreira photo
John Locke photo

„O modo mais adequado para impedir o mal é mostrar o perigo e a injustiça aos que estão em posição mais vulnerável a cair nessa grande tentação.“

—  John Locke Filósofo e médico inglês. pai do liberalismo clássico. 1632 - 1704

(Capítulo XIX) #226
Segundo Tratado do Governo

Tópicos relacionados