„O amor só é amor, se não se dobra a obstáculos e não se curva à vicissitudes… é uma marca eterna… que sofre tempestades sem nunca se abalar.“

William Shakespeare photo
William Shakespeare552
dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616
Publicidade

Citações relacionadas

Kelly Key photo

„Acredito que amor é eterno, se acabou é porque nunca foi amor.“

—  Kelly Key Cantora, Musa Fitness e Influenciadora Digital 1983

Publicidade
Nélson Rodrigues photo

„Todo amor é eterno. E se acaba, não era amor.“

—  Nélson Rodrigues escritor e dramaturgo brasileiro 1912 - 1980
Memórias Source: Memórias - Página 62, de Nelson Rodrigues - Publicado por Edições Correio de Manhã, 1967

Spinoza photo
Leo Buscaglia photo
Friedrich Nietzsche photo

„A melhor cura para o amor é ainda aquele remédio eterno: amor retribuído.“

—  Friedrich Nietzsche filósofo alemão do século XIX 1844 - 1900
Atribuídas, Nietzsche como citado in Nietzsche em 90 minutos - Página 59 https://books.google.com.br/books?id=uy2GzqbOX2gC&pg=PA59, Paul Strathern - Zahar, 1997, ISBN 8571104298, 9788571104297 - 75 páginas

Voltaire photo

„O amor-próprio é um balão cheio de vento, do qual saem tempestades quando o picam.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

Oscar Wilde photo

„A diferença entre a empolgação e o amor eterno é que a empolgação dura mais.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900
Sebastian Melmoth, The only difference between a caprice and a lifelong passion is that the caprice lasts a little longer. Sebastian Melmoth - Página 111, Oscar Wilde - A.L. Humphreys, 1908 - 222 páginas

Pierre Corneille photo

„A razão e o amor são eternos inimigos.“

—  Pierre Corneille, La Veuve
La raison et l'amour sont ennemis jurés "La Veuve" (1634) in: "Oeuvres de P. Corneille: avec les commentaires de Voltaire", volume 1 - Página 266 http://books.google.com.br/books?id=Kr0rAAAAMAAJ&pg=PA266; de Pierre Corneille, Thomas Corneille, Voltaire, Jean Racine, Charles Palissot de Montenoy, Gabriel-Henri Gaillard, Scudéry (Georges), Fontenelle (Bernard Le Bovier), Jean Michel Moreau - Publicado por A.A. Renouard, 1817

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“