„Para saber a idade um homem nem é preciso conhecê-lo.
Basta saber as características físicas da gatinha do vivente.
Se tem duas perninhas ele é jovem.
Sem tem quatro patinhas…“

Trechos de Poemas Notáveis, Idade
Fonte: Fonte: Idade, Alcione Sortica, Jornal RS Letras, Edições 1 - 52, Porto Alegre (RS)

Última atualização 22 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Johann Wolfgang von Goethe photo

„Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.“

—  Johann Wolfgang von Goethe escritor alemão 1749 - 1832

Goethe in: "Os anos de aprendizagem de Wilhelm Meister". São Paulo: Editora 34, 2006.
Atribuídas

Marquês de Vauvenargues photo
William Shakespeare photo
Baltasar Gracián photo
Paulo Coelho photo
Oscar Wilde photo

„Não sou jovem o suficiente para saber tudo.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

Charles Louis Montesquieu photo
William Shakespeare photo
Jean Rostand photo
Bonald photo

„O mais difícil para um homem honesto não é cumprir o dever, é conhecê-lo.“

—  Bonald político francês 1754 - 1840

le plus difficile pour un honnête homme n'est pas de faire son devoir mais de le connaître
Essai analytique sur les lois naturelles de l'ordre social: Du divorce considére au XIXe siècle relativement à l'état domestique et à l'état public de sociéte. Pensées sur divers sujets. Discours politiques‎ - Página 282 http://books.google.com.br/books?id=Nh4nS4skewkC&pg=PA282, Louis-Gabriel-Ambroise Bonald (vicomte de) - A. LeClere et cie., 1847 - 570 páginas

Samuel Butler (1835-1902) photo
Voltaire photo

„Conquistar não é suficiente. É preciso saber seduzir.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

George Wald photo
Liev Tolstói photo

„A felicidade é saber o que se quer e querê-lo apaixonadamente.“

—  Félicien Marceau 1913 - 2012

Le bonheur C'est savoir ce que l'on veut et le vouloir passionnément.
Félicien Marceau citado em "A cœur et à cornes‎" - Página 97, de Janine Grand - Publicado por Monographic, 1996, ISBN 2883410526, 9782883410527 - 279 páginas

Tópicos relacionados